Comportamento

Encontramos o casal que "ficou noivo" no Masp

A imagem do "pedido de casamento" teve mais de 4 000 curtidas na página de Facebook do museu

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

masp foto
Foto de jovem pedindo namorada "em casamento" fez sucesso na internet (Foto: Flávio Luiz Matangrano)

Nesta quarta-feira (27), uma foto divulgada na página do Facebook do Museu de Arte de São Paulo (Masp) chamou a atenção dos seguidores. Na imagem, um jovem aparece ajoelhado em frente a uma menina, como se estivesse fazendo um pedido de casamento. Na legenda do post, um pequeno apelo: “Você os conhece? Escreva aqui!”. Iniciou-se assim uma busca virtual.

+ Leia a matéria completa sobre a nova cara do Masp

O clique ganhou mais de 4 100 curtidas e 300 compartilhamentos em menos de um dia. Todos queriam saber quem era aquele casal que arrancava suspiro dos mais românticos. "Se eu fosse pedida em casamento no Masp casaria vestida de branco e até colocaria o sobrenome do marido", disse uma das seguidoras. Porém, a cena não era o que parecia ser. “Foi só uma brincadeira”, disse o estudante de psicologia Pedro Mendonça, de 18 anos, o rapaz da foto.

A reportagem de VEJA SÃO PAULO, ele disse que estava com a namorada Patrícia Sousa, de 18 anos, admirando a obra Adoração dos Pastores, de Bartolomeo Passante, quando começou a falar sobre casamento. Uma conversa sem compromisso. O jovem então ajoelhou e fez um pedido.

foto casal
"Foi só uma brincadeira", disse o estudante de psicologia Pedro Mendonça (Foto: Acervo pessoal)

Não viu quando o fotografaram. Ficou sabendo do sucesso da imagem por meio de amigos que os marcaram na publicação na internet. “Queria me esconder, depois achei bonitinho”, contou Mendonça. Patrícia se surpreendeu: “Foram cinco segundos, não sei como tiraram foto.”

+ Onze telas nos cavaletes de vidro que você não pode deixar de ver

O autor do clique foi o fotógrafo e professor da Fundação Armando Alvares Penteado (FAAP) Flávio Luiz Matangrano. “Eu estava fotografando entre um painel e outro, reparei que ele [Pedro] estava se agachando e cliquei", disse. “Saiu meio tremida até porque foi muito rápido." Matangrano postou o registro em sua conta no Instagram (@matangra) e marcou o museu na publicação. “Não esperava a repercussão”, afirmou.

+ Saiba como se tornar um amigo do Masp

Fonte: VEJA SÃO PAULO