Criminalidade

Polícia prende suspeitos de matar jovem durante assalto

Bruno Borges de Oliveira estava com os amigos quando foi abordado e espancando por seis pessoas na região da Rua Frei Caneca

Por: Redação VEJASAOPAULO.COM

Seis acusados de matar o auxiliar administrativo Bruno Borges de Oliveira, de 18 anos, na região da Rua Frei Caneca, no Baixo Augusta, região central de São Paulo, foram detidos pela Polícia Civil na madrugada desse domingo (2). Entre os envolvidos estão dois menores de 16 anos. Eles são suspeitos de promoverem outros ataques no local. Os principais alvos eram homossexuais.

+ Ascensão e queda da maior quadrilha da cidade

O crime aconteceu na Rua Herculano de Freitas no dia 26 de janeiro. Oliveira estava com quatro amigos quando os agressores fizeram a abordagem. Os colegas conseguiram fugir. Entretanto, a vítima foi cercada e espancada. Após o crime, o grupo fugiu levando o aparelho celular e o tênis do auxiliar administrativo.

+ Dois homens são presos na Campus Party 

O diretor do Deic, Wagner Giudice, disse que o grupo admitiu também outro ataque 90 minutos antes da morte de Oliveira. Câmeras de segurança da região registraram os suspeitos abordando as pessoas. Entretanto, como os boletins de ocorrências não foram registrados, a identificação das vítimas ainda não aconteceu. 

De acordo com informações do Deic, o grupo atuava na região muito frequentada por homossexuais. Eles esperavam as vítimas se afastarem da multidão para atacarem. A Justiça decretou as prisões temporárias dos envolvidos por 30 dias.

Fonte: VEJA SÃO PAULO