COMPORTAMENTO

Jovem mostra rosto desfigurado após ataque

Em vídeo, garota afirma que foi vítima de ataque homofóbico e que agressores ainda tentaram abusar sexualmente de uma colega

Por: Andreza Monteiro - Atualizado em

Bruna agressão homofóbica
A jovem Bruna Yuri Sevilha contou sobre a agressão através do Facebook e fez apelo por paz (Foto: Reprodução/Facebook)

Em um vídeo que circula na internet, uma jovem aparece com o rosto cheio de hematomas e afirma ter sido alvo de um ataque homofóbico. 

Na gravação, de cerca de um minuto, Bruna Yuri Sevilha, conta que foi espancada por duas pessoas. Moradora da capital paulista, a jovem diz que estava com uma amiga quando foi violentamente atacada. Segundo ela, a agressão ocorreu por ser homossexual. Bruna disse os agressores ainda tentaram abusar sexualmente de sua colega.

Sem dar mais detalhes sobre onde e como ocorreu o crime, nem sobre o perfil dos criminosos, ela afirma ter dado queixa à polícia e ter buscado atendimento médico em um hospital. Veja abaixo o desabafo feito por Bruna:

Post agressão Bruna
Jovem relata que sofreu ataque homofóbico ao lado de amiga (Foto: Reprodução/Facebook)

+ Aplicativo de celular reúne denúncias de crimes na cidade

Durante a gravação, a garota demonstra estar abalada, chegando a se emocionar em alguns momentos. Ao encerrar o vídeo, Bruna deixa uma mensagem emocionante, com os dizeres: "Aqui fica o meu desabafo de uma pessoa quase morta. Eu só espero que isso mude porque a gente só quer ser feliz, a gente não faz nada para ninguém", conclui.

+ Acusado de agredir jovem com lâmpada é condenado a nove anos de prisão

A reportagem de VEJA SÃO PAULO tentou contato com Bruna, porém, não obteve retorno.

Fonte: VEJA SÃO PAULO