Memória

A festa do esporte

Há cinquenta anos, São Paulo recebia a quarta edição dos Jogos Pan-Americanos, que deixou o alojamento da USP como legado

Por: Mauricio Xavier

Jogos Pan-Americanos - 1963 2 - Memória
A cerimônia de abertura dos Jogos Pan-Americanos de 1963, no Pacaembu (Foto: Arquivo/AE)

Cerca de 50 000 pessoas ocuparam as arquibancadas do Pacaembu em 20 de abril de1963 para acompanhar a cerimônia de aberturada quarta edição dos Jogos Pan-Americanos.Sobre o estádio, voavam de pombos a aviões da Força Aérea Brasileira (não juntos, claro). A tocha foi conduzida por José Telles da Conceição, bronze no salto em altura na Olimpíada de Helsinque, na Finlândia, em 1952.

Jogos Pan-Americanos - 1963 - Memória
Partida de vôlei feminino, entre Brasil e Estados Unidos, em 1963 (Foto: Arquivo/AE)

Realizado há cinquenta anos, entre 20 de abril e 5 de maio, o evento reuniu 1 665 atletas, que representaram 21 países e disputaram 22 modalidades. O complexo do Pacaembu concentrou a maioriadas provas, principalmente as de atletismo, natação e judô. Clubes como Paulistano, Pinheiros e Palmeiras, que abrigou jogosde vôlei, também serviram de sede.

Jogos Pan-Americanos - 1963 - memória 3
Cartaz oficial dos Jogos Pan-Americanos de 1963, no Brasil (Foto: Arquivo/AE)

O investimento mais importante foi na construção dos seis prédios da Vila Pan-Americana, na Cidade Universitária, onde hoje fica o Crusp, conjunto residencial para alunos da USP. O Brasil terminou em segundo lugar no quadro de medalhas, com catorze ouros; os Estados Unidos faturaram 106. A cidade quase voltou a receber o Pan em 1975, após Santiago, no Chile, desistir. São Paulo abriu mão de ser a sede por causa de uma epidemia de meningite. Os Jogos foram então realizados na Cidade do México.

 

 

 

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO