ROTEIRO

Restaurantes para provar boas receitas de joelho de porco

Quatro casas de comida germânica estão na seleção

Por: Arnaldo Lorençato e Saulo Yassuda - Atualizado em

Windhuk
O corte servido no Windhuk: versão frita (Foto: Leo Martins)

Veja quatro restaurantes onde provar o eisbein, ou joelho de porco, corte muito utilizado na cozinha alemã.

+ Experiências que combinam comida e entretenimento se popularizam

Bar do Alemão: o corte à pururuca ganha a companhia de purê de ervilha, chucrute, linguiça de vitela grelhada, cebola e batata cozida. O prato custa R$ 130,00 para duas pessoas.

Bierquelle: nesta casa de cozinha alemã, o cliente escolhe se quer o joelho suíno cozido ou frito. Em qualquer uma dessas formas de preparo, vem guarnecido de chucrute e batata cozida. Sai por R$ 80,00 (para dois).

Caverna Bugre: chamado de eisbein, o joelho cozido ou frito servido nesta veterana casa de Pinheiros vem com chucrute, linguiça de vitela, salsicha viena e batata cozida. A porção suficiente para dois tem o preço de R$ 96,60.

Windhuk: ainda em plena forma, o mais antigo endereço alemão da cidade serve a versão cozida com batata e repolho branco (R$ 73,50) ou frita com batata sautée e repolho-roxo refogado (R$ 78,00), ambos para dois.

Fonte: VEJA SÃO PAULO