Política

Prévia confirma João Doria Jr. como candidato do PSDB à Prefeitura

Candidatura agora precisa ser homologada pela convenção do partido, marcada para o mês de julho

Por: Alexandre Nobeschi - Atualizado em

previas_psdb_joao_doria
João Doria Jr. e sua mulher, Bia, com Alckmin e Perillo: juntos na hora do voto do governador (Foto: Alexandre Nobeschi)

O empresário João Doria Jr. venceu, neste domingo (20), as primárias do PSDB para a escolha do candidato à prefeitura de São Paulo. Ele recebeu 96% dos votos. Dos 27 000 filiados que poderiam votar na cidade, apenas 3266 compareceram às urnas -- 68 votos foram em branco e 46, nulos. A votação atraiu um número menor de eleitores que no primeiro turno, quando cerca de 6 000 pessoas votaram. A homologação do nome de Doria, no entanto, ocorrerá apenas em julho, em convenção partidária.

+ Acompanhe o blog Últimas de São Paulo

Matarazzo anunciou sua desfiliação do partido na sexta (18). Ele havia pedido o adiamento do segundo turno das prévias. O parlamentar queria que fossem apuradas irregularidades na campanha de Doria. Matarazzo acusou seu adversário de abuso de poder econômico e compra de votos. Doria nega as acusações.

Neste domingo, Doria acompanhou Geraldo Alckmin na votação. O governador é o principal fiador tucano de Doria. Por volta das 11 horas, Alckmin chegou q um colégio no Butantã, acompanhado de Doria, do secretário de Segurança, Alexandre De Morais, do governador de Goiás, Marconi Perillo e do deputado federal Bruno Covas.

João Doria Jr.
João Doria Jr.: o candidato à Prefeitura pelo PSDB (Foto: Alexandre Nobeschi)

+ E se a eleição para presidente fosse hoje?

Após a votação, Alckmin afirmou que Doria, se eleito, fará um governo com inovação. "Ele fará um governo que servirá a população. Vai recuperar a cidade."

Sobre a desistência de Matarazzo e sua saída do PSDB, Alckmin foi evasivo. Disse respeitar a decisão do vereador. "Agora, todos vamos trabalhar na campanha do Doria."

+ Leia as últimas notícias da cidade

Após a votação, Doria e o governador seguiram para Pinheiros, onde o postulante tucano depositou seu sufrágio. Festejado por militantes, parou para tirar fotos e selfies. Doria disse ter lamentado a saída de Matarazzo. "No PSDB, nós valorizamos a democracia. Uma disputa eleitoral é como uma partida de futebol: há vencedores e perdedores. Em um disputa acirrada, sempre tem a possibilidade de haver um arranhão, uma canelada."

Fonte: VEJA SÃO PAULO