Gente

Por onde anda Jamyly Monard, participante do "MasterChef"?

Muito criticada pelos colegas de programa, a integrante da primeira edição do reality show não desistiu da gastronomia

Por: Tatiana Izquierdo - Atualizado em

Jamyly
Jamyly Monard: participante da primeira edição não encontrou mais os colegas de programa (Foto: Reprodução Facebook)

Na noite de 18 de novembro do ano passado, Jamyly Monard foi eliminada da primeira edição do programa MasterChef por esquecer um dos ingredientes principais do prato ainda cru, a quinoa. Nas palavras da apresentadora Ana Paula Padrão, ela “irritou os companheiros” por aparentemente tentar se fazer de “vítima” e “frágil”. Diferentemente de outros participantes, que aproveitaram os minutos de fama para conseguir explorar as oportunidades oferecidas pelos principais centros gastronômicos do país, a amapaense retornou para a sua terra natal e não encontrou mais os seus parceiros de reality show. Mas se engana quem pensa que ela desistiu do sonho de se transformar em uma grande chef.

+ Ana Paula Padrão, cogumelos e dancinha do Jacquin viram piada

Aos 23 anos, Jamyly trabalha com culinária, ministrando cursos. Além disso, mantém um blog e um canal de vídeos no Youtube, onde ensina receitas utilizando especialmente os ingredientes regionais. "Sempre uso açaí, tucupi, mandioca, tapioca, taperebá. Quero difundir ainda mais a culinária do Norte e Nordeste. É importante demonstrar que temos um vasto cardápio por aqui."

Foi exatamente o hábito de falar de suas origens para justificar a falta de conhecimento de algum ingrediente ou macete da cozinha que provocou as reclamações dos outros integrantes do programa. Jamyly continua defendendo seu regionalismo, mas acredita que conseguiu mudar o comportamento. "As críticas foram construtivas e eu aprendi muito. Após a eliminação, procurei uma coaching para lidar com o hábito de chorar muito.”

Jamyly
Jamyly Monard: participante da primeira edição do "Masterchef" em um de seus cursos (Foto: Reprodução Instagram)

+ Por onde andam os primeiros participantes do "MasterChef"?

Apesar não ter reencontrado os colegas de MasterChef, Jamyly diz que conversa com Mohamed, Elisa, Stéfano e Cecília. "Só não falo com a Helena e o Jaime. No programa, a convivência era bem difícil".

+ "Ela não cozinha aqui comigo", diz chef do Bahamas, sobre Aritana

Sobre São Paulo, ela afirma que relembra da rotina dos paulistanos. "Foram quase seis meses longe de casa, da minha cultura, das minhas raízes. Eu senti muita diferença. O povo do sudeste é muito agitado. Vivi intensamente esse período, precisei me virar, aprender a andar de Metrô. É completamente diferente de Macapá. É cada um por si e Deus por todos."

Jamyly
Jamyly Monard: ela mantém um blog e um canal do Youtube sobre gastronomia (Foto: Reprodução Facebook)

Após o programa, Jamyly aproveitou também para participar de alguns cursos de gastronomia em outras regiões brasileiras. "Foi bom para eu conhecer ingredientes e o paladar dos outros estados." Agora, ela se prepara para realizar mais um sonho: cursar a faculdade de gastronomia. "Estou estudando muito, fazendo cursinho e me dedicando. Eu quero entrar em uma faculdade federal. Cheguei a receber uma proposta de trabalho de um grande restaurante aqui no Norte, mas preferi seguir estudando."

+ Confira as principais notícias da cidade

E sobre a nova temporada do MasterChef? “Não consigo assistir muito.” Mesmo assim, ela tem suas participantes favoritas: Sabrina e Aritana. “Acho a Sabrina muito calma, mas percebo que ela se perde por causa do nervosismo. A Aritana é mais explosiva e fica muito abalada com as críticas dos jurados. Eu também ficava, eles te deixam sem chão.”

Fonte: VEJA SÃO PAULO