Bar

JA 367 ocupa a antiga garagem e o jardim de uma casa

Com palco intimista, local recebe tanto festinhas com som de DJ como shows bem intimistas de jazz, R&B e soul

Por: Fabio Wright - Atualizado em

JA 367 - 2182
Um dos ambientes e o palco do endereço de Pinheiros: lounge de estilo rústico-chique (Foto: Fernando Moraes)

Para quem circula pelo pedaço durante o dia, o imóvel número 367 da Rua Joaquim Antunes (no quarteirão entre a Rua dos Pinheiros e a Avenida Rebouças) passa quase despercebido. Nesse horário, o endereço abriga um escritório. À noite, no entanto, o que já foi a garagem e o jardim desta antiga casa se transforma no bar JA 367. Entra-se pela lateral e um tapete vermelho conduz o público até o ambiente principal, nos fundos. Ali, foi montado um lounge na linha rústico-chique, com sofás, pufes, cortinas e ainda poltronas de estilo chesterfield que pertenceram ao Hotel Ca’d’Oro. Neste espaço, rolam tanto festinhas com som de DJ como shows bem intimistas de jazz, R&B e soul. Um dos donos, Juliano Beccari, do Funk Como Le Gusta, costuma integrar as formações e convidar colegas para canjas.

Na hora de beber, esqueça os drinques, preparados de forma amadora. Melhor ficar nas cervejas long neck (R$ 7,00 cada uma), entre elas Eisenbahn de trigo, Devassa e Stella Artois, e nos destilados. A carta lista rótulos como a vodca francesa aromatizada por pera Grey Goose La Poire (R$ 30,00 a dose) e o uísque irlandês Jameson (R$ 20,00 a dose). Há poucas opções para comer (o cardápio apresenta apenas dez itens). Dê atenção ao croque monsieur, clássico sanduíche francês no pão de fôrma. Ele é feito na versão tradicional, com presunto (R$ 10,00), ou recheado de peito de peru defumado (R$ 12,00). Em ambos os casos, uma pequena salada vem como acompanhamento.

BEBIDAS ✪✪ | AMBIENTE ✪✪✪ | COZINHA ✪✪

Fonte: VEJA SÃO PAULO