Cidade

Justiça autoriza reintegração de terreno próximo ao Itaquerão

Cerca de 1000 famílias invadiram a área no sábado (3) e têm agora 48 horas para deixar o local

Por: Redação VEJASÃO PAULO.COM - Atualizado em

mtst_ocupação itaquera 1 (3/05/2014)
Invasão foi feita na madrugada de sábado (3) (Foto: Reprodução / Facebook MTST)

A Justiça de São Paulo autorizou a retirada das pessoas que invadiram, no último dia 3, uma área próxima ao Itaquerão, na Zona Leste da capital. O estádio receberá a abertura da Copa do Mundo no próximo dia 12 de junho.

+ As principais propostas do Plano Diretor 

A proprietária do terreno, a Viver Incorporada e Construtora, entrou com o pedido de reintegração de posse na terça (6). Com a decisão liminar (provisória) do juiz Celso Maziteli Neto, da 3ª Vara Cível de Itaquera, os invasores terão 48 horas para deixar o local. Caso se recusem a sair, a Polícia Militar será chamada para atuar na desocupação.

O Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST), segundo o qual 1000 famílias participaram da invasão, afirmou que vai recorrer da decisão judicial. O número chegou a dobrar nos dias seguintes.

O movimento quer que a área seja classificada como Zona Especial de Interesse Social (Zeis), o que permitiria desapropriá-la para construir moradias populares.

O terreno, de cerca de 150 000 metros quadrados, fica ao lado do Parque do Carmo e a quatro quilômetros do estádio do Corinthians. Os moradores que estão na área vieram de outras favelas ou moravam em casas provisórias montadas em barrancos ou em áreas de risco. O acampamento foi nomeado "Copa do Povo"

Fonte: VEJA SÃO PAULO