Futebol

Itaquerão segue confirmado para a abertura da Copa do Mundo

Fifa afirma que, mesmo após acidente que deixou dois mortos, estádio recebe partida inicial com a seleção brasileira e cerimônia de abertura

Por: Redação VEJA SÃO PAULO

Queda- guindaste - Itaquerão
No momento do acidente, o guindaste içava o último módulo da estrutura da cobertura metálica (Foto: Ivan Pacheco/VEJA)

Palco da abertura da Copa do Mundo em São Paulo, a Arena Corinthians segue confirmada para receber a cerimônia junto com a primeira partida da seleção brasileira, em 12 de junho de 2014. A informação foi divulgada pelo presidente da FIFA, Joseph Blatter, durante a coletiva de imprensa realizada na Costa do Sauipe, Bahia, nesta terça (3).

+ Arena do Corinthians desaba e dois morrem

Com a entrega prevista originalmente para o fim de dezembro, o Itaquerão terá ajustes em seu cronograma, após o acidente envolvendo o guindaste que fazia a colocação da última peça da cobertura. Na ocasião, dois trabalhadores morreram. A nova data para a conclusão do estádio é fevereiro de 2014.

Segundo o secretário geral da Fifa, Jérôme Valcke, mesmo após o acidente haverá tempo para a conclusão e a realização dos testes no estádio antes da Copa. “Estamos esperando o relatório técnico final para discutirmos com a construtora. Sabemos que, dependendo de quando recebermos a luz verde pra reiniciar os trabalhos, pode haver mudanças, mas, temos tempo. Não entramos no modo crise, buscando alternativas para a abertura em São Paulo”, disse.

O presidente Joseph Blatter lamentou a morte dos operários na obra da Arena Corinthians e também mostrou confiança na finalização do projeto. “Os danos serão reparados e a arena estará pronta. É uma questão de confiança nos governos federal e estaduais e nas cidades sede. Com os relatórios que vimos hoje, na reunião do Comitê de Organização da Copa, temos segurança de que caminhamos para obter resultados positivos”, afirmou Blatter.

A Fifa, o governo federal e os responsáveis pelas obras na Arena Corinthians aguardam até o fim desta semana - quando ocorre o sorteio de grupos para a Copa - o relatório da perícia que avaliará os reais danos causados pela queda do equipamento.

Fonte: VEJA SÃO PAULO