Gente

Isabella Fiorentino, a mãe-mãe-mãe guerreira

Em sua primeira gestação, consultora de moda teve trigêmeos idênticos que nasceram prematuros

Por: Alvaro Leme, Leonam Bernardo e Ricky Hiraoka - Atualizado em

Isabella Fiorentino 2250 Capa
Isabella Fiorentino: trigêmeos idênticos e prematuros (Foto: Cida Souza)

Primeiro veio o susto: em vez de um, eram três bebês que Isabella Fiorentino carregava na barriga durante sua primeira gestação. Um raríssimo caso de gravidez de trigêmeos idênticos. Os meninos Lorenzo, Bernardo e Nicholas, esperados para a 34ª semana, deram as caras radicalmente mais cedo: em vez de nascerem em meados de setembro, vieram ao mundo em 1º de agosto. Isso significou meses de internação no Hospital Albert Einstein.

+ Conheça os paulistanos que deram o que falar em 2011

+ Isabella Fiorentino fala sobre a gravidez

+ TodaBella: Isabella Fiorentino dá dicas de moda em seu blog

“O mais difícil foi chegar em casa sem eles”, disse a mamãe em dose tripla. “Chorei dois dias seguidos por não tê-los no colo e veio uma saudade que eu não tinha me dado conta de que sentiria: deles se mexendo na minha barriga.” Uma das crianças teve alta em outubro; as outras duas, em novembro. O trio passa bem. Tanto que Isabella começa a retomar a agenda de trabalho: lançou, desde então, linhas de roupa e de óculos, além do segundo livro de dicas de moda.

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO