Comidinhas

Frozen yogurt cai no gosto dos paulistanos e ganha lojas próprias

Sucesso nos Estados Unidos e na Coreia do Sul, a massa feita à base de leite e iogurte concorre com picolés e cremosos gelados italianos

Por: Helena Galante - Atualizado em

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

Quando os termômetros chegam à casa dos 30 graus, basta olhar para o lado nas ruas para ver alguém se refrescando com um sorvete. Mas nesta temporada os picolés e os cremosos gelados italianos ganharam um concorrente de peso: o frozen yogurt. Sucesso nos Estados Unidos e na Coreia do Sul, a massa feita à base de leite e iogurte caiu no gosto dos paulistanos. Prova disso é a inauguração de seis redes especializadas no produto em um período de pouco mais de um ano. A primeira delas foi a Yogurberry, na Alameda Lorena. Ali, a delícia começou a ser servida nos sabores natural e chá verde. Complementos como frutas em pedaços, jujubas e confeitos, chamados de toppings, são pagos à parte. No ano passado, outras duas unidades foram abertas — nos shoppings Anália Franco e Jardim Sul. “Em março, queremos abrir mais uma, no Eldorado”, conta o proprietário Francisco Lee.

Mario Rodrigues
Iogurte Yogoberry
Fila na Yogoberry do Shopping Villa-Lobos: uma porção de 100 gramas tem 80 calorias (Foto: Mario Rodrigues)
Yogoberry do Shopping Villa-Lobos: porção de 100 gramas tem 80 calorias

Apesar de ter virado moda recentemente, o frozen está no cardápio do restaurante America desde 1985. “É a nossa sobremesa mais pedida”, afirma a gerente de desenvolvimento de produtos Glaucia Lippel. Por semana, a cozinha central da rede produz quase 3 000 quilos do sorvete. No Shopping Pátio Pau - lista, a canadense Yogen Früz agrada por oferecer uma variedade do iogurte batida com frutas congeladas. Inaugurada em dezembro, a Tutti Frutti Frozen Yogurt, do Morumbi Shopping, faz o gelado em doze sabores. “Chegamos a atender 5 000 pessoas em um fim de semana”, diz o proprietário Mauricio Jikal. Localizada dentro da temake ria Koni Store, a carioca Yoggi, na Vila Olímpia, funciona como uma balada, até de madrugada. A Yoguland, em Moema, tem clima mais família. Franquia de uma marca de Curitiba, o endereço dispõe de um salão de 180 metros quadrados. Em dias de calorão, a varanda com guarda- sóis fica disputada. Além da opção natural, a estrela do cardápio aparece na ótima versão lichia. Para os proprietários da marca carioca Yogoberry, os clientes trocam o sorvete tradicional pelo de iogurte porque estão de olho mesmo é na balança. Uma porção de 100 gramas tem cerca de 80 calorias — metade que a mesma quantidade de um sorvete tradicional de morango, por exemplo.

+ Confira receitas de doces, salgados e drinque com iogurte

Fonte: VEJA SÃO PAULO