Cidade

Investigador é morto na Vila Clementino

Polícia acredita que assassinato ocorreu durante tentativa de assalto. Mulher da vítima diz que ele havia recebido ameaças de morte

Por: Veja São Paulo

Rua Jureia
Rua Jureia, local onde aconteceu o crime (Foto: Reprodução)

O investigador da Polícia Civil José Carlos Fernandes, 58 anos, foi morto a tiros na noite de domingo (26). De acordo com a Secretaria de Segurança Pública, o crime ocorreu por volta das 20h na Rua Jureia, no bairro Vila Clementino (Zona Sul).

+ Atropelador de personal trainer estava com cocaína, diz polícia

Segundo boletim de ocorrência registrado no 16º DP, a Fernandes foi abordado por dois homens em seu Volkswagen Amarok, quando esperava a esposa em frente à casa da sogra.

José Carlos Fernandes
José Carlos Fernandes prestava serviços para a 14ª DP (Foto: Reprodução)

As câmeras de segurança do local mostram que ele foi imobilizado por um dos criminosos, enquanto outro disparou seis tiros: dois no antebraço, dois na coxa, um na axila e um no peito. Ambos fugiram do local.

+ Acompanhe as últimas notícias da cidade

A polícia acredita que o objetivo dos homens seria roubar o carro e os bens do investigador. No entanto, conforme depoimento da mulher da vítima, Fernandes havia recebido ameaças de morte nos últimos meses. O policial chegou a ser socorrido e transportado ao Hospital São Paulo, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Fonte: VEJA SÃO PAULO