Música

Fãs esperam oito horas para tirar fotos com integrantes do A-Ha

O guitarrista Paul Savoy e o tecladista Magne Furuholmen atenderam as pessoas que foram à porta do Unique

Por: Ana Luiza Cardoso - Atualizado em

Fãs A Ha 2
O guitarrista Paul Savoy posou para fotos nesta quarta-feira (14) (Foto: Ana Luiza Cardoso)

Na tarde desta quarta-feira (14), dois integrantes da banda norueguesa A-Ha foram até a porta do hotel em que estão hospedados, o Unique, no Jardim Paulista, para receber um grupo fãs que os aguardavam na calçada. A banda, grande sucesso nos anos 80, se apresentará às 22h no Espaço das Américas. Os ingressos estão esgotados.

+ Quatro motivos para conhecer a mostra de Patricia Picinini

Eram pouco mais de vinte pessoas que se mantiveram firmes na calçada desde as 8 horas da manhã. O tecladista Magne Furuholmen deu as caras por volta do meio-dia. Tirou fotos com alguns fãs, mas foi chamado pelos seguranças para voltar para o carro. Horas mais tarde, outra surpresa: um segurança informou que o guitarrista Paul Savoy os encontraria na rua. Pediu para fazerem filas e não gritarem, que ele posaria com todos.

+ Dez livrarias incríveis para conhecer em São Paulo

Dito e feito. Os fãs olhavam, em silêncio, o ídolo a poucos metros, que cumprimentava um por um e posava para selfies (assista ao vídeo). Ele estava com um case de guitarra nos ombros, chapéu e óculos escuros. “O que eu não fiz quando adolescente, eu fiz hoje”, disse a paulistana Christiane Salinas, de 33 anos. Ela faltou ao trabalho e chegou à porta do hotel às 7 da manhã. Ficou sabendo onde a banda estava hospedada pela página no Facebook “Morten Harket Eterno vocalista da Banda A-Ha”. Quando se posicionou ao lado de Savoy, ficou “anestesiada”, disse. “Eu tenho disco, pôster, cresci ouvindo A-Ha”.

+ Coloração de cabelo inspirada em sereias é a nova tendência dos salões

Fãs A Ha 5
“O que eu não fiz quando adolescente, eu fiz hoje”, disse a paulistana Christiane Salinas (Foto: Acervo pessoal)

A paulistana Jéssica Marinho, de 22 anos, também aguardava os ídolos. Carregava dois discos autografados como tesouros. Conheceu a banda pelo pai, que era fã. Após a morte do pai, no ano passado, jurou que conseguiria aqueles autógrafos.  “Não consegui comprar ainda ingresso para o show, mas tentarei a sorte na porta”. Também pretende ir ao aeroporto amanhã esperar pelo o último autógrafo, o do vocalista Morten Harket. Ele não falou com os fãs e deixou o hotel de carro com vidros escuros e fechados. Um carro da Polícia Civil o acompanhava.

+Pedagogo fundou escola de bateria para deficientes físicos

Fãs A Ha
Jéssica Marinho carregava dois discos autografados pelos ídolos (Foto: Ana Luiza Cardoso )

O paraense Igor Pires, de 27 anos, chegou ao hotel por volta das 8 da manhã. Só abandonou o local na frente do hotel para comer um lanche em uma padaria próxima. O rosto estava queimado pelo sol. “Não tinha certeza de que eles falariam com a gente”, disse. Quando se ajeitou ao lado de Savoy para a foto, conseguiu perguntar “How are you?”. O guitarrista então respondeu. “Good, thanks”. 

Fãs A Ha
O paraense Igor Pires chegou ao hotel por volta das 8 da manhã (Foto: Acervo pessoal)

 

+ "Fui exposto pela professora e pela faculdade", diz aluno trans expulso da Cásper

+ Confira as últimas notícias 

Fonte: VEJA SÃO PAULO