Meio Ambiente

Termina hoje contrato com a Controlar para inspeção veicular

Carros que não realizaram o serviço não serão multados. Medida é temporária, diz Prefeitura

Por: Redação VEJASAOPAULO.COM - Atualizado em

Controlar - Inspeção veicular ambiental_2192
Chega ao fim atuação da Controlar em São Paulo; carros em situação não regularizada não serão multados até aprovação de novas regras (Foto: Mario Rodrigues)

Chega ao fim hoje a liminar aprovada pela Justiça que mantinha o contrato com a Controlar, empresa que realiza a inspeção veicular ambiental na cidade. De acordo a Prefeitura, a obrigatoriedade da inspeção fica suspensa temporariamente e os carros que não realizaram o serviço até esta data não serão multados.

A Prefeitura anunciou ainda que as multas aplicadas até o dia 31 de janeiro continuam válidas, mas não serão aplicadas novas multas por falta de inspeção ambiental no período de suspensão temporária, que começa em 1º de fevereiro.

+ Prefeito Fernando Haddad suspende a inspeção veicular em São Paulo

O rompimento com a Controlar foi uma das promessas de campanha de Fernando Haddad. Criada em 2008 e contratada pelo então prefeito Gilberto Kassab (PSD) como única autorizada a fazer a inspeção dos 7 mihões de veículos da capital, a empresa passou a ser investigada e o contrato com foi considerado fraudulento pela Procuradoria-Geral do Município, que recomendou o rompimento com a atual gestão. Kassab foi indiciado pelo Ministério Público Estadual (MPE) e é réu em um processo que investiga fraudes na Controlar.

Mesmo com o fim do contrato, a inspeção veicular não será descartada. Um novo calendário deverá ser publicado pela Secretaria do Verde e do Meio Ambiente, que definirá a frota alvo de acordo com lei aprovada em abril de 2013.

A nova medida prevê que carros aprovados no teste sejam isentos de pagamento de taxa. Também não será exigida a inspeção de veículos em seus primeiros três anos de uso e, se o veículo tiver entre quatro e nove anos de uso, ela deve ser realizada a cada dois anos. Por fim, a inspeção deverá ser anual somente para os veículos movidos a diesel ou com mais de dez anos de uso.

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO