Natal

Inscrições abertas para curso de Papai Noel

Aula são gratuitas; saiba o que é preciso para se dar bem no personagem 

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

Silvio Ribeiro
Silvio Ribeiro: ator interpreta Papai Noel há mais de 40 anos (Foto: Divulgação)

Na próxima quinta-feira (19), um curso de formação de Papai e Mamãe Noel será ministrado pelo ator Silvio Ribeiro, que trabalha há 48 anos interpretando o bom velhinho A iniciativa é uma parceria entre a Claus Produções Artísticas e o Sindicato dos Comerciários de São Paulo.

+ Decoração do Shopping Center Norte traz carrossel

Para participar, é preciso realizar a inscrição pelo telefone (11-2111-1767). As aulas são gratuitas e acontecerão na Rua Formosa, 376, 4º andar, das 9h às 15h. No curso, aprende-se desde uma a história da origem do Papai Noel a como interpretar o personagem e dialogar com as crianças. Figurino e maquiagem também fazem parte das lições.

+ Confira 22 pacotes nacionais e internacionais para curtir o Réveillon

Além de aprender a ser o maior ícone do Natal, os alunos poderão ser selecionados para trabalharem em lojas, mercados e outros estabelecimentos comerciais pela produtora responsável pelo curso.

+ Shopping Cidade São Paulo instala árvore de natal com cristais Swarovski

São 25 vagas disponíveis, que, segundo Silvio Ribeiro, devem ser mais disputadas este ano do que em 2014. "Antes de divulgarmos a data, já estávamos recebendo ligações", comenta Ribeiro. "O número de desempregados deve ter dobrado e as pessoas querem passar o Natal com algum dinheirinho", especula.

Descubra abaixo cinco requisitos básicos para ser um bom Papai Noel segundo Silvio Ribeiro:

1. A caracteristica mais importante para quem quer interpretar o personagem é ser brincalhão

2. Outro requisito imprencíndivel é gostar de crianças

3. Entre as características físicas, é preciso ser gordinho. "Não existe Papai Noel magrinho", explica Silvio Ribeiro.

4. Ter uma boa dentição conta pontos.

5. A faixa etária ideal para ser um bom velhinho é entre os 45 e os 65 anos. Para Silvio, "um jovem de barba não funciona".

Fonte: VEJA SÃO PAULO