Shows

Ingressos supervips dão direito a mordomias e até fotos com artistas

De Paul McCartney a Ricky Martin, preço das apresentações pode chegar a 2.500 reais

Por: Carol Pascoal

Aerosmith 2228
Joe Perry e Steven Tyler, do Aerosmith: entrada de 830 reais permitirá passeio pelos bastidores (Foto: Marcelo Rossi)

Quando Paul McCartney se apresentou em São Paulo pela primeira vez, em 1993, o publicitário Augusto de Oliveira, de 33 anos, não conseguiu ir ao show. No fim do ano passado, no retorno do músico à cidade, sonhou em comprar um ingresso de 1.600 dólares (cerca de 2.500 reais), que lhe daria acesso também à passagem de som da banda. Como o dinheiro estava curto, acabou conferindo o evento na pista do Estádio do Morumbi, muito mais em conta. Sensibilizado com a história, um amigo lhe deu de presente esse bilhete especial em maio, no espetáculo do ex-beatle realizado no Rio de Janeiro. Oliveira aproveitou para se esbaldar: subiu ao palco no ensaio e transformou em tatuagem o autógrafo que recebeu do cantor no antebraço. “Tenho 1,84 metro de altura, sou barbudo, mas chorei feito criança”, lembra.

Paul McCartney 2228
Paul McCartney e Oliveira: o autógrafo virou tatuagem (Foto: Arquivo pessoal)

Nos próximos meses, a cidade será terra fértil para outras experiências exclusivas. Grandes estrelas com espetáculos agendados por aqui no período oferecem pacotes pouco divulgados, com uma série de diferenciais e mordomias que fazem com que muitos fãs cometam loucuras na hora de abrir a carteira. Para conseguir uma dessas entradas supervips, porém, não basta ter dinheiro. Como no filme “A Fantástica Fábrica de Chocolate”, elas são limitadíssimas e é preciso conciliar sorte e empenho para adquiri-las. Em geral, aparecem anunciadas discretamente, apenas no site oficial da banda, onde podem ser compradas com cartões de crédito. Colocadas à venda, esgotam-se em questão de dias — ou horas.

+ Xaveco Virtual: nossa ferramenta de paquera no Twitter

+ Patrocinador deixa escapar que Foo Fighters vem ao Brasil

Foi o que aconteceu com a carga de bilhetes diferenciados para o show da banda Aerosmith, que se exibe no dia 30 de outubro, na Arena Anhembi. Eles dão direito a passear pelo palco antes do show e, uma vez ali, tirar foto com o característico microfone de Steven Tyler ou com a guitarra de Joe Perry. Não há certeza de que os roqueiros estarão presentes nesse momento. Ainda assim, ao preço de 539 dólares (cerca de 830 reais, incluído o acesso à pista premium), esses ingressos foram arrematados do dia para a noite. O mesmo ocorreu nas vendas para o show de Ricky Martin, previsto para 26 de agosto, no Credicard Hall: apenas vinte pessoas terão a chance de posar com o cantor e dar “un, dos, tres” beijos nele.

Para quem perdeu a oportunidade, vale ficar de olho nos sites oficiais das cantoras Rihanna, Katy Perry e Britney Spears, que também se apresentarão na cidade. Ingressos que dão direito a tirar fotos ao lado delas ainda não foram anunciados, mas têm sido comum nas turnês atuais. Não cabe à produtora do evento divulgar esse serviço, pois a negociação é feita diretamente com os astros. A Time For Fun, que organiza boa parte dos shows internacionais na metrópole, diz que o contratante só auxilia na logística. Portanto, não há para quem reclamar se a aventura se mostrar decepcionante, como aconteceu com muitos dos que viram Britney de perto. A americana se esforça tão pouco nos cliques com fãs que se tornou piada na internet a série de imagens nas quais ela mais parece uma estátua de cera, sempre com as mesmas poses e sem jamais encostar em alguém.

Por isso, muitos espectadores preferem investir seu dinheiro em camarotes cheios de mordomias, como os que serão instalados nas apresentações de Eric Clapton e do Pearl Jam, nos dias 12 de outubro e 4 de novembro, no Estádio do Morumbi. Em ambos os shows, o acesso individual à estrutura repleta de paparicos custa 800 reais, mesmo que a localização não seja das melhores (fica ao fundo do campo). Enquanto um DJ cuida do som ambiente, garçons servem canapés, minissanduíches e bebidas. Até um serviço de cabeleireiro e maquiador é oferecido. “Quem faz essa escolha está à procura de comodidade, não quer ir no meio da bagunça”, diz Regina Cinelli, proprietária do espaço. “Ali, você tem um banheiro particular e tranquilidade para se sentar e tomar um aperitivo.”

PASSAPORTE DA ALEGRIA

Alguns dos grandes shows do segundo semestre e as entradas mais exclusivas

RICKY MARTIN

Ricky Martin 2228
(Foto: Divulgação)

Credicard Hall, 26 de agosto

Ingressos comuns: R$ 90,00 a R$ 500,00

Ingressos especiais: US$ 225,00 (cerca de R$ 350,00) para entrar antes e acompanhar a passagem de som e US$ 400,00 (cerca de R$ 620,00) para tirar foto com o astro

RIHANNA

Arena Anhembi, 17 de setembro

Ingressos comuns: R$ 300,00 a R$ 600,00

Ingressos especiais: ainda não anunciados, mas em outros shows da turnê eles deram direito a tirar foto com a estrela, que caprichou nas poses divertidas

KATY PERRY

Chácara do Jockey, 25 de setembro

Ingressos comuns: R$ 200,00 a R$ 450,00

Ingressos especiais: não definidos

ERIC CLAPTON

Eric Clapton 2228
(Foto: Divulgação)

Estádio do Morumbi, 12 de outubro

Ingressos comuns: R$ 140,00 a R$ 650,00

Ingressos especiais: R$ 800,00 (dão direito a acesso ao camarote Stadium,que inclui bebida, comida, DJ, cabeleireiro e maquiador)

AEROSMITH

Arena Anhembi, 30 de outubro

Ingressos comuns: R$ 220,00 a R$ 500,00

Ingressos especiais: US$ 539,00 (cerca de R$ 830,00), já esgotados, com direito a entrar mais cedo no local, passear atrás do palco e ganhar um brinde, que ainda não foi definido

BRITNEY SPEARS

Britney Spears 2228
(Foto: Divulgação)

Arena Anhembi, 18 de novembro

Ingressos comuns: não definidos

Ingressos especiais: também não foram anunciados, mas a cantora costuma receber os clientes top para tirar fotos

Fonte: VEJA SÃO PAULO