Passeios

Inauguração da Praça de Natal da Avenida Paulista frustra público

Com atraso de meia hora, iluminação de atração durou poucos minutos; até 25 de dezembro, haverá apresentações a partir das 20h

Por: Mariana Oliveira - Atualizado em

natalP-27
Doze bonecos infláveis, de cinco metros cada, enfeitam o palco (Foto: Rogério Canella)

Com atraso de meia hora, a inauguração da Praça de Natal montada na Avenida Paulista, uma das atrações natalinas mais visitadas nesta época do ano, deixou um pouco frustradas as centenas de pessoas que se concentraram na principal via de São Paulo para acompanhar o evento, na noite desta terça-feira (10).

+ Saiba como evitar o trânsito das atrações de Natal

O prometido show de "luzes e canções natalinas", previsto para 21h, começou às 21h32, com a iluminação da praça -uma passarela montada sobre a avenida. As músicas natalinas remixadas por um DJ mal podiam ser ouvidas em meio ao burburinho. Após uma chuva de papel picado, rapidamente a multidão que ocupava as calçadas entre as ruas Padre João Manuel e Ministro Rocha Azevedo se dispersou.

"É só isso?", queixou-se a diretora de escola aposentada Maria Catarina Oliveira, de 65 anos. "Acendi a árvore de casa mais rápido", brincou. "Merecia mais. O Natal na Paulista é tradicional", completou a filha dela Camila Machado, de 37 anos. Assim como muitas pessoas que estavam ali, as duas adiaram a volta para casa, no Brooklin, para assistir à inauguração pela primeira vez.

Já o engenheiro Sergio Toro, 57, acompanhava a esposa Sônia, 61, e o neto, o pequeno Lucas, de 3 anos, no passeio para assistir às luzes de Natal pelo segundo ano consecutivo. Embora os enfeites tenham agradado, Sérgio não deixou de comparar com a decoração de 2012: "Todos os enfeites estão mais discretos este ano".

"Eu esperava que estivesse como no ano passado, mais cheio de luz e com os prédios mais efeitados", fez coro Andressa Lopes, 26 anos, professora do Itaim Paulista que esperava desde as 19h30 junto com a amiga Mônica Nunes, de 41, e os filhos das duas. 

INVESTIMENTO

Segunda a SPTuris, os gastos da Prefeitura de São Paulo para o Natal Iluminado aumentaram em relação a 2012. No último ano, o total foi de 8 milhões de reais, já em 2013, foram investidos 8,9 milhões. O motivo do aumento, porém, não foi em consequência de uma decoração mais sofisticada, mas sim da diversidade e dos locais das atrações. "Há decoração e atividades do Natal nas 32 subprefeituras da cidade, cada uma com uma Praça de Natal, que foi decorada com uma árvore de cinco metros de altura, tem presença de um Papai Noel, palco e programação com apresentação de corais aos fins de semana", explicaram em nota.

Também não houve nenhuma redução de custos no palco montado na Avenida Paulista, decoração que não agradou a muitos paulistanos. De acordo com a São Paulo Turismo, foi realizado um chamamento para que a iniciativa privada fizesse o projeto. Com isso, foram investidos 1 milhão de reais pelo Banco do Brasil e 250 mil reais pela Sabesp. Outros pontos iluminados também passaram pelo mesmo processo, caso da Árvore e da Fonte do Ibirapuera.

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

O projeto tem mais de mil metros quadrados e conta com uma árvore de Natal com dez metros de altura, doze bonecos infláveis de cinco metros cada, um Papai Noel gigante com nove metros e milhares de pisca-piscas coloridos. 

As pedagogas Ana Maria, de 62 anos, e Lucia Balbuni, de 40, que contaram ter esperado desde as 16h, gostaram da decoração. As duas disseram estar preocupadas com a possibilidade de manifestações no local, que foi palco dos protestos deste ano, possa estragar a atração. "Aqui, nada é impossível", disse Ana Maria.

Até o dia 25 dezembro, os espetáculos ocorrem a partir das 20h e terão intervalos de quinze minutos. Nos dias ímpares, haverá música remixada e nos dias pares, a canção natalina tradicional deve embalar o público. Desde a montagem de 2012, não é possível subir no palco.

A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) recomenda evitar transitar de carro pela via nestes horários. 

Quem estiver passeando pela região pode ver também as decorações do Conjunto Nacional, aberto até às 22h, e, nos finais de semana, conferir a chuva de neve que ocorre na agência do Itaú Personnalité, na esquina da Alameda Ministro Rocha Azevedo com Avenida Paulista, das 18h às 2h.

 

 

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO