Carnaval

Império de Casa Verde homenageia a cerveja

Samba-enredo da escola fala sobre uma paixão nacional

Por: Bruna Gomes e Gabriela Simionato - Atualizado em

Império de Casa Verde
Império de Casa Verde: escola homenageia a cerveja (Foto: Jefferson Pancieri / SPTuris)

"Samba Sabor Cerveja. Admirada Há Milênios, a Mais Nova Sensação Nacional"

Compositores: Carlos Alberto, Fininho, Marcelinho, Nocera, Romagnoli, Sylas, Tadeu, Sã, Tião, Walter Jr e Vagner dos Santos

Dádiva dos deuses

Embriagado de alegria vou contar

Uma lenda diz que prá ser feliz

No Egito foi preciso cultivar

Grande paixão, perpetuando as celebrações

Espalhou-se pelo mundo

Ganhando forma e teor

Na mitologia sagrada se tornou

É ripa na tulipa meu amor

De gole em gole uma alucinação

Sabor de magia na imaginação

Na caça das bruxas, balançou mas não caiu

Se modernizou, evoluiu

Atravessou o imenso mar

Foi Cauim louviu Jaci

O “Seu” Nassau aqui chegou

Até o Dom João bebericou

Propagou, o delirante “Ouro Líquido”

Com o alemão a bebedeira foi geral

Pro povão seja loira ou morena

Preferência nacional

No meu Brasil fez história

É quem faz a festa rolar

Na mesa de bar, em qualquer lugar

Garçom desce a cerva, eu quero brindar

A ti madrinha querida, trevo da inspiração

Em cada “nova esquina” um cervejão

Vai clarear!!! Vem meu Império!!!

A caçula do samba pede a saideira

“A mais nova sensação”

Faz do meu tigre campeão

Fonte: VEJA SÃO PAULO