Música

Trio de tenores Il Volo ouve Justin Timberlake e Gal Costa

De volta à cidade, grupo italiano fala sobre suas aspirações, o título de boy band e o que curte ouvir em casa

Por: Mayra Maldjian - Atualizado em

Il Volo
O trio de tenores italianos Il Volo (Foto: Divulgação)

Apesar de toda a pinta, o trio de jovens tenores italianos Il Volo, que encerra nesta quarta (13) uma temporada de quatro shows esgotados no Teatro Bradesco, recusa o título de boy band. Não por achar o termo pejorativo, mas apenas por acreditar que “não é o jeito certo” de classificá-los. “Somos apenas três cantores que cantam uma ópera pop”, explicam em rápida entrevista à VEJASAOPAULO.COM.

O cantor e compositor americano Justin Timberlake, ex-integrante do ‘N Sync, é, inclusive, uma inspiração para os garotos. Em especial para Gianluca Ginoble, 18 anos, que também diz ouvir Bruno Mars e Frank Sinatra. Na lista de Piero Barone, de 19 anos, aparecem Leonard Cohen, Gal Costa e Elvis Presley. Ignazio Boschetto, 18, vai de Stevie Wonder a Brian McNight e Karen Souza.

Il Volo
O trio de tenores italianos Il Volo: quatro shows esgotados no Teatro Bradesco (Foto: Divulgação)

Conhecidos por misturar pop romântico e ópera, os meninos apresentam por aqui o espetáculo de seu segundo disco, We Are Love, lançado em 2012. “É a nossa maneira de transmitir uma mensagem de paz e amor”, conta Piero. O lançamento desse trabalho coincidiu com o fim da turnê norte-americana e o início da temporada de apresentações da banda com a cantora Barbra Streisand. “Além de uma ótima experiência profissional, foi também uma experiência de vida. Nós aprendemos muito com ela e levamos os seus conselhos com a gente diariamente”, diz Gianluca.

Descobertos em programas de talentos de televisão, o trio colocou nas ruas seu primeiro álbum, Il Volo, em abril de 2011. Como um sonho, o disco apareceu em boas posições nas paradas de sucesso. Estreou em décima colocação na parada Top 200, da Billboard, e vendeu, até agora, mais de um milhão de cópias pelo mundo inteiro. “Nosso sonho agora é ganhar um Grammy. Nós recebemos duas indicações ao Grammy Latino e esperamos ganhar pelo menos uma delas.” 

Fonte: VEJA SÃO PAULO