Esporte

Ídolos do skate paulistano são destaque em festival no Butantã

Reencontro de Cristiano, Bob, Sandro e Ueda – agendado para as 17h30 do próximo sábado (1º) no Butantã

Por: Fabio Brisolla - Atualizado em

Em um cenário insólito, uma fábrica de pisos em Santo Amaro, começou a história das principais estrelas do skate brasileiro da atualidade. Foi ali, em 1988, que o pai de Cristiano Matheus, campeão em duplas da primeira etapa do Circuito Mundial 2007, construiu um half-pipe de 3,5 metros de altura, aquela rampa em formato de U, para o filho de 15 anos. O lugar rapidamente se tornou ponto de encontro de jovens skatistas. Entre eles estavam Bob Burnquist, Sandro Dias e Lincoln Ueda, além de Cristiano. Quase vinte anos depois, já na condição de ídolos do esporte, os quatro atletas voltam a brincar num half-pipe durante o Guaraná Antarctica Street Festival. O reencontro de Cristiano, Bob, Sandro e Ueda – agendado para as 17h30 do próximo sábado (1º) no Butantã – marcará ainda o início das filmagens de Vida sobre Rodas, produção que promete mostrar nas telas de cinema a trajetória do quarteto.

"Como não vamos competir, podemos arriscar e tentar as manobras mais difíceis", diz Sandro Dias, tetracampeão mundial na categoria vertical. Os organizadores contam ainda com a presença da paulistana Fabíola da Silva, uma das melhores do mundo na categoria de patins in-line, para atrair mais de 8 000 jovens. Três pistas e cinco palcos serão montados para a realização de shows de Marcelo D2, Hateen e Detonautas. Enquanto os atletas famosos vão a passeio, os anônimos estão levando a sério a competição, que reunirá os quinze skatistas do topo do ranking amador. Outra disputa acirrada ocorre entre os músicos das vinte bandas selecionadas em uma lista com quase 2.000 inscritos pela internet. Além de obterem o privilégio de tocar no palco principal, antes do show de Marcelo D2, os vencedores garantem o contrato com uma gravadora para o lançamento de um CD.

• Guaraná Antarctica Street Festival. Chácara do Jockey, Rua Pirassununga, s/nº, Butantã. Sábado (1º), das 14h à 0h. R$ 60,00 (estudantes pagam meia). 14 anos. A lista com os pontos-de-venda e a programação completa do festival estão no site www.gasfestival.com.br.

Fonte: VEJA SÃO PAULO