Decoração

Hyundai Mostra Black foca no universo de luxo

Organização é da arquiteta Raquel Silveira, que convidou alguns dos melhores profissionais para recriar 14 ambientes de mansão nos Jardins

Por: Manuela Nogueira

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

Nos últimos anos, os eventos dedicados à decoração se multiplicaram no mercado, ampliando o leque de propostas para agradar a diferentes públicos. Na próxima quarta (22), o cardápio de shows de design de interiores ganha mais uma atração. Trata-se da Hyundai Mostra Black, organizada pela arquiteta Raquel Silveira numa mansão da Rua Groenlândia, nos Jardins. “A ideia era fazer algo voltado ao universo de consumo de luxo”, afirma ela, que escolheu a dedo alguns dos melhores profissionais brasileiros e os convidou para recriar catorze ambientes na residência construída na década de 40 no estilo neoclássico. Não à toa, o ingresso custa 100 reais.

+ Casa Cor: 25 anos de evolução

Nomes como Sig Bergamin, Jorge Elias, Roberto Migotto e Ana Maria Vieira Santos fazem parte do time de expositores. “Eles tiveram total liberdade na criação e organização de seus espaços”, diz o jornalista Sergio Zobaran, curador do evento. O resultado é que uma cozinha foi erguida numa das suítes, os três quartos infantis viraram um apartamento parisiense e um dos corredores deu lugar a uma instalação artística, entre outras ousadias.

A data do evento não foi escolhida por acaso. Sua realização coincide com a da Casa Cor, a maior e mais importante exposição do gênero no Brasil. A 25ª edição da mostra, que acontece no Jockey Club, já atraiu 70.000 visitantes desde o dia 24 de maio e se estenderá até 12 de julho. Marcas como Etna, Artefacto e Trend Casual Home também montam pequenas mostras nesse período. Elas geralmente têm início em maio, duram um ano inteiro e ocorrem dentro das próprias lojas. “Aproveitamos o calendário aquecido, algo muito comum em cidades como Milão”, afirma Louis de Charbonnières, um dos sócios da Mostra Black, que tem a expectativa de receber 10.000 pessoas. “Estamos vivendo o momento da decoração em São Paulo.”

Fonte: VEJA SÃO PAULO