INTERNACIONAL

Hugo Boss terá de pagar multa milionária após morte de criança em loja

Austen Harrison, de 4 anos, brincava em uma unidade da rede quando foi atingido por um espelho de 120 quilos que se soltou da parede

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

Placa Hugo Boss
Hugo Boss: acidente com menino ocorreu em 2013 (Foto: Alamy)

A grife alemã Hugo Boss foi multada em 1,2 milhão de libras esterlinas (quase 7 milhões de reais) pelo acidente ocorrido em uma de suas lojas na Inglaterra, que resultou na morte de uma criança em 2013.

+ Acidente com ônibus em Paraty deixa ao menos quinze mortos

Austen Harrison, de 4 anos, brincava em um provador da filial de Bicester Village quando um espelho de 120 quilos com moldura de aço caiu sobre ele. A estrutura não estava presa à parede. O menino foi levado a um hospital da região, mas morreu quatro dias depois devido à gravidade dos ferimentos.  

A sentença contra a rede de butiques foi determinada pela Corte da Corona de Oxford, que alegou negligência por parte da empresa, deixando o espelho apoiado na parede sem nenhum tipo de fixação. O juiz Peter Ross afirmou que o fato de a estrutura não ter caído até então era um "milagre".

+ Grifes criam estratégias de apreensão contra a pirataria

A grife emitiu um comunicado em seu site para se desculpar pela morte de Austen, fato que "impactou e entristeceu" a empresa. "Não há palavras que a companhia possa usar para aliviar de modo algum o enorme sofrimento causado aos pais de Austen. Oferecemos nosso mais sincero arrependimento e nossas desculpas", dizia o texto. 

Fonte: VEJA SÃO PAULO