Bares

HotSeria! destoa dos lugares moderninhos do Baixo Augusta

Novo espaço, aberto em maio, ocupa um galpão amplo e sem divisórias e tem ares de praia

Por: Fabio Wright - Atualizado em

2175 HotSeria!
O descontraído ambiente: luminárias feitas com garrafões de vinho e, ao fundo, uma pitangueira (Foto: Fernando Moraes)

De nome derivado de um infeliz trocadilho, o HotSeria! (de rotisseria) chegou em maio para reforçar o agito no Baixo Augusta. À primeira vista, a casa pode causar certa estranheza em quem costuma frequentar a região. Seu estilo contrasta com o de lugares moderninhos como Sonique, Tapas e Volt. De tão descontraído e arejado, lembra um endereço à beira-mar. O bar ocupa um galpão amplo e sem divisórias, cuja decoração é um divertido samba do crioulo doido. Combina deque de madeira, lounge com fonte e jardim vertical, pitangueira de 7 metros de altura, espaço para exposições de arte e inúmeras luminárias feitas de garrafões de vinho. Nos fundos, um colorido cenário imita as casinhas da Praça São João, mais conhecida como Quadrado, em Trancoso (BA).

Batidas eletrônicas envolvem o ambiente, que ganha clima de baladinha sobretudo a partir da meia-noite, quando as luzes diminuem. Há um inconveniente na hora de beber: não se usam copos de vidro, e sim de acrílico. O cardápio traz apenas cinco rótulos de cerveja, a exemplo da boa dourada Paulistânia (R$ 11,90; 600 mililitros) e da alemã Warsteiner (R$ 25,90), em garrafa de 1 litro. Das caipirinhas, agradou a de carambola (R$ 15,90). Para petiscar, faz corretos sanduíches no pão ciabatta, entre eles o de carpaccio (R$ 18,90).

BEBIDAS ✪✪ | AMBIENTE ✪✪✪ | COZINHA ✪✪

Fonte: VEJA SÃO PAULO