Verão

Hospedagem de luxo no Litoral Norte é mais cara do que na Europa

Pousadas refinadas e hotéis-boutique chegam cobrar mais que hotéis cinco estrelas da Europa, como o consagrado Armani, em Milão

Por: Carolina Romanini - Atualizado em

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

Não é só o valor do coco que está inflacionado no litoral paulista. O preço da diária em hotéis e pousadas também anda nas alturas – chega facilmente a 1 000 reais (o casal) em praias badaladas como Camburi, Juquehy e Ilhabela.

O mais caro da temporada é o NAU Royal, em Camburi. Nos finais de semana de janeiro, o pacote para o casal entre sexta-feira e domingo sai por 2 934,00 no quarto duplex, o mais luxuoso da casa.

Em seguida vem o polêmico DPNY, em Ilhabella, onde o mesmo pacote sai por 2 880 reais. Os dois lugares embutem na diária apenas o café da manhã, além dos serviços de praia, piscina, wi-fi e estacionamento. 

Hotel W - L'Opera - Paris
O quarto do W Paris L'Ópera: próximo às Galeries Lafayette (Foto: Divulgação)

Para fazer uma comparação, é possível hospedar-se em hotéis cinco estrelas de Paris, Milão e Londres desembolsando aproximadamente a mesma quantia. No hotel W Ópera, em Paris, a diária em um quarto com vista para uma das construções mais charmosas do mundo custa 1 480 reais – o pacote de dois dias sairia por 2 960 reais.

Em Londres, é possível hospedar-se durante dois dias no Mayfair Hotel por 2 696 reais. Já em Milão, o luxuosíssimo Armani Hotel, com design e atendimento assinados pela grife homônima, cobra 2 763 reais por duas diárias no final de semana.

Será que o solão vale tanto a pena?

The Mayfair Hotel - Londres
Studio do Mayfair Hotel, em Londres: localizado em um dos bairros mais caros da cidade (Foto: Divulgação)

Fonte: VEJA SÃO PAULO