Criminalidade

Funkeiros prestam homenagens a MC Daleste

Músico foi atingido em cima do palco durante show em Campinas e não resistiu

Por: Redação Veja São Paulo - Atualizado em

MC Daleste
Músico MC Daleste tinha apenas 20 anos. (Foto: Reprodução/Facebook)

A morte do músico Daniel Pellegrine, o MC Daleste, na noite de sábado (6), durante show em Campinas, gerou a reação de fãs e de outros funkeiros nas redes sociais. No domingo, a hashtag #OFunkPedePaz ficou entre as principais do twitter no Brasil. Já nesta segunda (8), o pedido na rede social vai além: #JustiçaNoCasoMcDaleste.

Conheça os hits de MC Daleste

Leia mais sobre a morte do cantor

Daniel tinha 20 anos e foi enterrado no Cemitério de Vila Formosa, no Carrão, na manhã desta segunda. MC Dedee, que estava no velório publicou em seu twitter: "Acabei de sair do velório do meu grande e eterno amigo,dando forças a familia amigos e entes queridos. DEUS!!! Cuide sempreeee dele!". Viviane Queiroz, a MC Pocahontas, ficou por algumas horas atualizando os fãs pelas redes sociais. "Quando eu lembro do meu mano, sem neurose eu choro. O cara era braço, era nós a vera!!", publicou.

+ Funk paulista troca violência por luxo

Outros músicos se concentraram em pedir justiça para o caso. MC Guimê, por exemplo, lembrou o caso de outros funkeiros que foram mortos nos últimos tempos. "Forças a toda família Pelegrinni, a toda família DALESTE... Quantos Mc's já se foram, quantos mais vão precisar morrer pra tomarem uma providência, nossa única arma é o microfone. Justiça." Nos últimos dois anos, pelo menos seis músicos foram vítimas da violência na Baixada Santista. 

Conhecido como diretor de videoclipes de funk que estouram no youtube, Konrad Dantas, o KondZilla, criticou a abordagem da imprensa ao caso. "Se realmente não sofrêssemos preconceito na mídia.. a manchete seria: Artista é assassinado no trabalho durante espetáculo."

Fonte: VEJA SÃO PAULO