Crime

Homem morre espancado em saída de bar

Gilberto Rodrigues da Silva esperava o carro quando foi agredido em estabelecimento de Santa Cecília.

Por: Redação Veja São Paulo - Atualizado em

2º distrito policial bom retiro
2º Distrito Policial, no Bom Retiro: investigação de morte de homem em saída de bar (Foto: Reprodução/Google Images)

Um homem morreu depois de sair de um bar em Santa Cecília na madrugada de sábado (3), no centro de São Paulo. Gilberto Rodrigues da Silva, 42 anos, foi ferido dentro do estabelecimento e levado para fora por seguranças. A Polícia Civil, que investiga o caso, trata o episódio como "morte suspeita".

Segundo a Secretaria de Segurança Pública, Silva estava no bar na Rua Doutor Cesário Mota acompanhado de uma prima. Ficaram cerca de uma hora no local. Ao pagarem as comandas, a mulher foi buscar o carro, enquanto ele ficou, chamado por um segurança, segundo depoimento da parente, que não entendeu o motivo do pedido de retorno.

+ Acidente deixa dois mortos na Marginal Pinheiros

+ Tumulto assusta clientes do MorumbiShopping

Quando ela chegou com o automóvel, encontrou Gilberto desacordado, com sangue no rosto, nariz quebrado, sendo carregado por quatro seguranças para a calçada. Os funcionários do bar disseram a ela que Gilberto estava bêbado e havia caído da escada. A vítima foi levada para o pronto socorro da Santa Casa, no mesmo bairro, mas não resistiu aos ferimentos.

De acordo com a secretaria, uma testemunha alegou ter visto Silva levando um soco na sala de entrada do bar. No depoimento, a prima declarou ainda que Silva, que havia chegado antes dela, contou ter tido um desentendimento com outro cliente por causa de uma mulher. Porém, esse consumidor teria encerrado a discussão com um “deixa para lá”.

O caso está sendo investigado no 2º Distrito Policial, no Bom Retiro.

Fonte: VEJA SÃO PAULO