roteiro

Henrique Fogaça, do MasterChef, revela onde costuma comer na cidade

O cozinheiro e jurado do programa indica lugares como uma casa de suco e uma barraquinha de pastel

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

Henrique Fogaça, chef do Sal Gastronomia - RESTAURANTES - 2267
Henrique Fogaça faz sanduíche de copa lombo ao vinagrete de maçã (Foto: Arnaldo Lorençato)

Com dezenas de tatuagens no corpo e cara de poucos amigos, Henrique Fogaça compõe o time de jurados do programa MasterChef, da Band, ao lado de Erick Jacquin e Paola Carosella. Ele encarna o papel do cozinheiro bad boy na atração.

+ Participação de Ana Paula Padrão no ‘MasterChef Brasil’ irrita internautas

Antes de ganhar fama na televisão, porém, Fogaça trabalhou vendendo hambúrgueres e bolos em um carrinho de rua nos anos 2000. Até que conseguiu abrir seu próprio restaurante, o Sal Gastronomia, aberto até hoje na Galeria Vermelho.

+ Ana Paula Padrão já fala em segunda temporada de Masterchef

Foi um dos precursores da onda do momento na cidade, as feirinhas gastronômicas, quando inaugurou “O Mercado”, que oferece aos frequentadores comida de rua com toque de chef. Abaixo, o também dono dos bares Admiral’s Place e Cão Véio lista e comenta seus dez lugares prediletos para comer bem em São Paulo. 

+ Conheça o mais temido jurado do MasterChef Brasil

Barbacoa: "Boa carne, bom ambiente e ótimo atendimento. Adoro o cupim, a costeleta de cordeiro e as saladas. Tudo com ótima qualidade."

Barbacoa - Prime Rib
As carnes do Barbacoa foram elogiadas pelo chef Henrique Fogaça (Foto: Rafael Wainberg)

Bolados Sucos: "Local simples, mas que serve um ótimo açaí na tigela. Sem falar dos lanches naturais e da variedade de sucos, que também são muito bons."

Merenda de rua: "Comida de muita qualidade com um cardápio inovador de lanches. Estão sempre presentes nas edições d´O Mercado."

Nagayama: "A qualidade dos peixes, sempre frescos e saborosos, é ótima. A variedade de sushis também é muito boa. Meus pratos prediletos são o minipolvo e a vieira."

Oui: "Restaurante francês que serve um peixe pargo muito gostoso. Além disso, o preço é justo."

Oui
Pargo marinado ao molho ponzu com capim-limão, do Nagayama (Foto: Fernando Moraes)

Pastel de feira da Barão de Capanema: "Amo pastel de feira, em especial o que é servido na Barão de Capanema. Bem recheado, com ingredientes frescos e tratados com muita higiene. Gosto do ambiente e conheço todo mundo. Fico um bom tempo conversando com o pessoal das barracas."

Sainte Marie Gastronomia: "A comida árabe tem pratos muito saborosos, uma culinária muito rica, mas nem todo mundo faz benfeito. O Sainte Marie faz."

Tappo Trattoria e Jiquitaia: "Nos dois lugares há massas que valem a pena. O primeiro, apesar de um espaço reduzido, tem um ambiente bem confortável."

Taquería La Sabrosa Cocina de México: "Valorizo muito as feiras de comida de rua, sei reconhecer quando há qualidade. Aqui, há comida mexicana de verdade, nada de produtos industrializados."

Fonte: VEJA SÃO PAULO