Comidinhas

Hamburgueria Frank Phillips entra nos eixos

Depois de ajustes, a casa deixa o cardápio à altura do salão

Por: Helena Galante - Atualizado em

Hamburgueria Frank Phillips
Ambiente caprichado chama atenção na Hamburgueria Frank Phillips (Foto: Fernando Moraes)

Um dos fundadores da lanchonete Rockets, vendida depois para outro sócio, o empresário Frank Ziglio chamou atenção nos Jardins quando inaugurou a Frank Phillips, seis meses atrás. O motivo era a decoração caprichada, com bancos azuis, jukebox e uma parede tomada por placas de automóveis. Numa primeira visita, em janeiro, algumas opções deixaram a desejar: as frituras estavam oleosas e faltava tempero à carne. Em uma segunda ocasião, no dia 24 de abril, a casa mostrou ter entrado no prumo.

+ Hambúrgueres têm preços cada vez mais salgados

+ A guerra do hambúrguer

Hamburgueria Frank Phillips
Cadillac com fritas sequinhas (Foto: Fernando Moraes)

Agrada agora a porção de anéis de cebola empanados e fritos na hora; são servidos sequinhos e polvilhados de sal em cristais mais grossos. A meia-porção custa R$ 12,00 e a inteira, R$ 24,00. Item número 1 do cardápio, o lanche cadillac combina hambúrguer de 180 gramas feito de patinho e gordura de picanha, queijo cheddar, cebola-roxa crua cortada em tiras finas, alface-americana e molho rosé. Acompanhado de batatas fritas sai por R$ 29,00. Bacon (R$ 3,00), ovo e queijo azul (R$ 3,50 cada um), entre outros complementos, podem ser pedidos separadamente.

Para variar, há a cole slaw, uma salada de repolho e cenoura condimentada por vinagre e maionese (R$ 6,50). Outro ajuste, este feito para atender a solicitações dos clientes e agradar às crianças, foi a inclusão de um pequeno hambúrguer guarnecido de fritas trazido à mesa num carrinho de papel (R$ 22,00). De sobremesa, experimente o milk-shake de sorvete de creme acrescido de banana assada na canela (R$ 24,00). Quem gosta de sabores adocicados pode provar o refrigerante com xarope de cereja (R$ 5,20).

COMIDA ✪✪✪ | AMBIENTE ✪✪✪ | ATENDIMENTO ✪✪

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO