CIDADE

Haddad leva disco dos Racionais de presente para o papa Francisco

Prefeito foi ao Vaticano para encontro com pontífice e levou o LP Sobrevivendo no Inferno, álbum que impulsionou a carreira do grupo 

Por: Estadão Conteúdo - Atualizado em

Fernando Haddad
Fernando Haddad (PT): disco dos Racionais para presentear o papa Francisco (Foto: Divulgação)

Teólogo, o papa Francisco não terá dificuldade em entender do que se trata. A mensagem da capa é universal: uma cruz e um salmo da Bíblia. Artigo raro no mercado brasileiro, o álbum dos Racionais MC's Sobrevivendo no Inferno (1997), em disco, é um presente do prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), ao pontífice. As composições do grupo de hip hop se inspiram em trechos bíblicos para contar o cotidiano das periferias da capital, versando sobre desigualdades sociais, miséria, violência policial e racismo.

+ A convite do Papa, Haddad fala sobre sustentabilidade no Vaticano

No último domingo (19), o prefeito viajou para a Itália carregando o disco raro debaixo do braço com bastante orgulho, segundo apurou a reportagem.

A ideia do presente partiu de um grupo de jovens da Cidade Tiradentes, Zona Leste de São Paulo, e foi repassada ao coordenador de Políticas para Juventude, Cláudio Aparecido da Silva, amigo de Mano Brown, um dos líderes do grupo. Em reunião com o papa nesta terça-feira (21), Haddad tentou entregar o disco, mas não conseguiu.

Racionais
Sobrevivendo no Inferno: ano deu fama ao grupo de hip hop (Foto: Reprodução)

O prefeito está de volta à capital paulista e deixou o secretário de Relações Internacionais, Vicente Trevas, na Cidade do Vaticano, com a missão de fazer o LP chegar às mãos do pontífice. Trevas permanece no Vaticano para continuar no seminário Escravidão Moderna e Mudanças Climáticas: o comprometimento das cidades.

A expectativa é que, nesta quarta-feira (22), o chanceler do Sacro Colégio recolha os presentes dos líderes municipais do mundo inteiro. Diversos prefeitos estão no Vaticano desde segunda-feira (20) a convite do Pontifício Sacro Colégio de Ciências, participando do seminário que discute desenvolvimento sustentável.

+ Confira as últimas notícias

Referência na história do rap nacional, o grupo de Mano Brown, Edi Rock, Ice Blue e DJ KL Jay surgiu no fim da década de 1980. O sucesso veio em 1997, com o disco Sobrevivendo no Inferno. O álbum vendeu mais de 500 000 cópias.

Em discurso realizado nesta terça-feira (21), Haddad disse que a agenda social carece da mesma atenção dedicada à agenda ambiental na comunidade internacional. "Sem o enfrentamento dos problemas da fome, da miséria e da escravidão moderna, não há como tratar da preservação do planeta", afirmou.

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO