Especial

Guia das cervejas premium

Em 2010, paulistanos consumiram cerca de 5 milhões de litros das bebidas importadas ou de microcervejarias

Por: Fabio Wright [colaborou Arnaldo Lorençato]

cerveja 2209
Tampinhas de várias cervejas importadas: sucesso entre os paulistanos (Foto: Cida Souza)

Cerca de 370 milhões de litros de cerveja foram consumidos na cidade no ano passado, segundo estimativas da presidente da Associação Brasileira dos Profissionais em Cerveja e Malte, Cilene Saorin. É como se cada paulistano adulto tivesse bebido 55 litros — o equivalente a 157 latinhas. Desse montante, 5 milhões de litros (ou 1,5%) referem-se a produtos importados ou vindos de microcervejarias brasileiras.

Embora representem uma parcela muito pequena do mercado e não incomodem as grandes cervejarias nacionais, os rótulos premium definitivamente se alastraram por balcões de bar, prateleiras de lojas e gôndolas de supermercado. Há hoje em São Paulo pelo menos 400 deles — quatro vezes mais do que dez anos atrás. São delícias fermentadas das mais variadas nacionalidades, estilos e sabores.

Inspirada numa reportagem da edição nova-iorquina da revista “Time Out”, VEJA SÃO PAULO elaborou um roteiro com os melhores bares e restaurantes para degustá-las, endereços especializados, cursos sobre o tema e dicas espertas.

Fonte: VEJA SÃO PAULO