Animais

Conheça os guardiões dos bichos em São Paulo

Os protetores que dedicam sua vida a ajudar cães, gatos, cavalos, coelhos e outras espécies desamparadas

Por: Carolina Giovanelli

Capa 2268 - Guardiões dos Bichos
Carla Beatriz Barbosa e Marcelo Vieira: dois dos defensores dos animais na cidade (Foto: Antonio Milena)

Os paulistanos nunca estiveram tão mobilizados na defesa da bicharada. Em dezembro, por exemplo, um grupo da capital criou o movimento Crueldade Nunca Mais, em resposta aos vários atos de maus-tratos aos animais. Apenas um mês depois, surgiu a ideia de promover uma passeata na Avenida Paulista, divulgada on-line, que acabou levando até lá cerca de 10.000 adeptos da causa, número nunca antes visto em um evento desse tipo. A situação mostra que a internet e suas redes sociais dão ainda mais força às denúncias e auxiliam na aproximação entre os ativistas.

+ Dez entidades com animais para adoção

+ Agência em São Paulo assessora pets modelos

+ Saiba qual é o cachorro ideal para você

+ Bichos exóticos são os novos pets dos paulistanos

Bastante engajados e persistentes, os protetores trazem a público casos de abandono e de falta de cuidados e sensibilizam cada vez mais pessoas, dispostas a ajudar seja com dinheiro, seja como voluntárias. VEJA SÃO PAULO selecionou nove histórias de guardiões que se destacam pelo seu trabalho na defesa de diversas espécies, de cães e gatos desamparados a onças atropeladas nas estradas localizadas nas proximidades da metrópole. Há desde aqueles que atuam em ONGs e associações particulares até quem age de forma independente. Todos têm em comum uma disposição admirável e uma paixão enorme pelo que fazem.

Fonte: VEJA SÃO PAULO