Trânsito

Radar "pistola" vai flagrar motociclista infrator nas marginais

Dez equipamentos serão utilizados por agentes da Guarda Civil Metropolitana a partir da próxima quarta (10)

Por: Veja São Paulo

Marginal Pinheiros
Limite de velocidade nas marginais foi reduzido (Foto: Futura Press/ Folhapress)

A prefeitura reforçará a fiscalização dos motociclistas nas marginais a partir da próxima quarta (10). Agentes da Guarda Civil Metropolitana utilizarão dez radares portáteis em 38 pontos das vias. Os equipamentos são conhecidos como “pistolas”. A medida tem como objetivo reduzir o número de acidentes envolvendo motos.

Em vídeo: como funciona a fiscalização dos radares paulistanos

Os equipamentos convencionais que já fazem a fiscalização nas pistas não conseguem flagrar os motociclistas, já que só fotografam as placas dianteiras dos veículos, segundo o consultor em engenharia de transporte de pessoas Horácio Augusto Figueira. “Algumas motos também passam entre os veículos, ficando fora do ângulo captado pelo radar.”

A Companhia de Engenharia de Tráfego registrou 504 casos com vítima na Marginal Tietê em 2014, com 645 pessoas feridas e 40 mortes. Do total, 379 acidentes envolveram motocicletas. Já na Marginal Pinheiros, 544 dos 580 casos com vítimas tiveram a participação de motos.

No final de julho, a velocidade máxima permitida nas marginais Pinheiros e Tietê foi reduzida de 90 para 70 quilômetros por hora nas pistas expressas e de 70 para 50 quilômetros por hora nas pistas locais.

Marcelo Rezende anda de patinete na Marginal Tietê

Após seis semanas de implantação, foi verificado que a medida provocou uma redução de 27% no número de acidentes com vítimas nas duas vias, segundo a CET.

Confira as últimas notícias

Fonte: VEJA SÃO PAULO