Cidade

Guardas civis flagram criminosos furtando 32 peças de cemitério

Homens passavam os itens por cima de muro quando agentes da GCM os abordaram

Por: Estadão Conteúdo

Cemitério São Paulo
Cemitério São Paulo: abriga mausoléus e monumentos funerários projetados por escultores de renome (Foto: Google)

Dois homens foram presos por guardas civis metropolitanos após terem sido flagrados furtando pelo menos 32 peças dos jazigos do Cemitério São Paulo, em Pinheiros, na Zona Oeste. A dupla foi detida transportando os objetos por cima do muro para uma carroça, na esquina da Rua Cardeal Arcoverde com a Rua Henrique Schaumann, por volta das 23h30 da última terça-feira (11). Um terceiro suspeito conseguiu fugir.

A GCM patrulhava a região quando viu Leandro Luís Antão, de 32 anos, e Adriano Ferreira Gomes, 40, tirando objetos por um muro do cemitério e os colocando em uma carroça. Ao todo, 21 placas de identificação, duas estátuas, seis vasos e três escudos foram apreendidos com os suspeitos. De acordo com os relatos dos guardas civis, havia um terceira pessoa envolvida que estaria dentro do cemitério. Mas o suspeito não foi localizado pela polícia.

+ Motorista de Uber morre durante tentativa de assalto

A polícia fez uma perícia no local e os objetos foram devolvidos a um representante do cemitério. O caso foi registrado no 14º Distrito Policial (Pinheiros). Os dois homens detidos vão responder pelo crime de furto qualificado (com destruição ou rompimento de obstáculo à subtração da coisa e mediante concurso de duas ou mais pessoas).

Fonte: Estadão Conteúdo