Manifestação

Ato contra a Dilma contará com onze carros de som

Grupo pró-intervenção militar terá quatro veículos no protesto na Avenida Paulista deste domingo (12)

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

paulista manifestação impeachment 15 de março
Manifestação da Avenida Paulista no dia 15 de março: Datafolha calculou 210 000 pessoas (Foto: Veja São Paulo)

Pelo menos onze carros de som estarão na Avenida Paulista no protesto contra a presidente Dilma Rousseff marcado para este domingo (12) - quatro deles do grupo SOS Forças Armadas, que defende a volta do governo militar. Para minimizar o impacto no trânsito, a PM sugeriu aos grupos que saiam em comboio da Praça Charles Miller, no Pacaembu, por volta das 11 horas. Oficialmente, a manifestação está marcada para começar às 14 horas.

Os movimentos também definiram previamente os espaços que ocuparão na avenida. Em frente ao vão do Masp estará o Movimento Brasil Livre (MBL). Na esquina da Rua Pamplona, o caminhão do Vem pra Rua. O grupo Revoltados Online deve estacionar o veículo na altura da Avenida Brigadeiro Luís Antônio.

+ 'Dilma, devolva meu dólar a 1,99' e outros cartazes do protesto

O Solidariedade, partido do deputado federal Paulinho da Força, promete levar três carros de som para o trecho entre a Rua Bela Cintra e o Parque Mario Covas. A sigla imprimiu 500 000 panfletos com dizeres como "fora Dilma", a exemplo do que já havia feito na manifestação do dia 15 de março - naquela ocasião, foram adesivos.

Os integrantes do SOS Forças Armadas planejam levar quatro caminhões de som, posicionados entre a Rua Maria Figueiredo e a Alameda Joaquim Eugênio de Lima. E o Acorda Brasil estará na altura da Rua Augusta.

+ Acompanhe as últimas notícias da cidade

A exemplo do que ocorreu no dia 15, o protesto acontecerá em diversas cidades do país.

Fonte: VEJA SÃO PAULO