Mistérios da Cidade

Grupo se reúne para plantar árvores em regiões de nascentes

Plantio próximo aos reservatórios acontece pela terceira vez neste sábado (28)

Por: Mauricio Xavier com reportagem de Mariana Oliveira

Bora plantar
Bora Plantar: ações acontecem na região do extremo sul da capital (Foto: Heloísa Vasconcellos)

Uma das causas da atual crise hídrica envolve o desmatamento nas margens dosreservatórios. A vegetação colabora para a absorção da água da chuva e reduz o risco de assoreamento das nascentes. Para reverterem a situação, o Instituto Kairós e o Movimento Urbano de Agroecologia de São Paulo (Muda-SP) estão promovendo uma ação batizada de Bora Plantar.

+ Depois de dezoito meses de alta, roubos caem no Estado de São Paulo

O primeiro encontro ocorreu em dezembro e reuniu cerca de quarenta voluntários. Eles plantaram 300 mudas de espécies como jacarandá, jequitibá e aroeira em um sítio de Parelheiros. O segundo foi realizado em janeiro e beneficiou um afluente do Rio Embu-Guaçu, na bacia da Represa Guarapiranga.

+ Turismo bate recorde no início do ano

Esse mesmo local receberá um novo mutirão no sábado (28). A expectativa é que o combalido Sistema Cantareira seja o próximo alvo, ainda sem data definida. “A área apresenta hoje um déficit de pelo menos 20 milhões de árvores”, calcula o geógrafo Arpad Spalding, coordenador de projetos do Kairós.

Fonte: VEJA SÃO PAULO