Noite

4ª edição da Green Sunset aguarda 3.500 pessoas

Balada gratuita acontece na área externa entre os jardins do Museu Brasileiro da Escultura e do Museu da Imagem e do Som

Por: Carolina Giovanelli

Green Sunset - 2219
No jardim do museu: a balada Green Sunset ficou famosa pelo inusitado espaço que ocupa (Foto: Divulgação)

Um fim de tarde ao ar livre embalado por música eletrônica compõe o cenário da Green Sunset. Criada em maio de 2010, a festa ganhou popularidade principalmente por causa do inusitado espaço que costuma ocupar: a área externa entre os jardins do Museu Brasileiro da Escultura (MuBE) e do Museu da Imagem e do Som (MIS).

Cerca de 3.500 pessoas de tribos diversas devem bater cartão na sétima edição da balada de entrada gratuita. Vale prestar atenção no DJ convidado, o alemão Stefan Eichinger, apelidado de Lopazz. De estilo extremamente versátil, ele transita do tecno de batidas industriais ao house de toques leves e tranquilos, caso de “I Need Ya” e “We Are”. Um bar do lado de fora serve drinques de graça, o que faz surgir uma fila quase inevitável. Outras bebidas são vendidas no café dentro do MIS.

Fonte: VEJA SÃO PAULO