Memória Paulistana

Grande Prêmio Automobilístico Getúlio Vargas

Por: Daniel Nunes Gonçalves [Fernando Cassaro e Filipe Vilicic] - Atualizado em

O ano era 1951. São Paulo recebia sessenta pilotos de todo o Brasil para o 2º Grande Prêmio Automobilístico Getúlio Vargas. Uma das promotoras da corrida de rua era a Rádio Panamericana, a futura Jovem Pan, que transmitiu a prova da própria estrada - e vai lançar em novembro, na rede Fnac, o livro Sete Capítulos e Uma Grande História, com imagens como esta. Diante de um dos carros está Wilson Fittipaldi, o Barão, locutor da emissora paulistana entre 1948 e 1985. Aos 31 anos (hoje ele tem 88), era pai dos futuros pilotos de Fórmula 1 Emerson e Wilsinho. Só anos mais tarde, em 1972, a capital paulista receberia seu primeiro GP de Fórmula 1. O 37º acontece no próximo domingo (2).

Fonte: VEJA SÃO PAULO