Cidade

Governo quer acelerar recuperação do Museu da Língua Portuguesa

Incêndio de grandes proporções atingiu equipamento dentro da Estação da Luz

Por: Veja São Paulo

Incêndio Museu da Língua Portuguesa
As chamas do lado de fora e o cenário de destruição dentro do prédio: 5 000 dos 7 700 metros quadrados destruídos (Foto: Mariana Topfstedt/Estadão Conteúdo)

O governo do Estado quer tentar acelerar a recuperação do Museu da Língua Portuguesa, atingido por um incêndio na segunda (21). Uma medida publicada no Diário Oficial de quinta (24) cria um grupo de trabalho especial para a supervisão dos trabalhos de restauração. O governo ainda não divulgou quais técnicos farão parte do grupo, supervisionado pelo secretário de governo de Geraldo Alckmin (PSDB), Saulo de Castro. 

+ Amigo tentou impedir bombeiro de voltar ao local do incêndio

As obras de recuperação do prédio começaram na quarta (23). Na segunda (28), será feita uma nova perícia no local. Além do museu, parte da estrutura da Estação Luz da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) também foi danificada. A empresa ainda estuda quando vai liberar novamente a passagem de trens de carga (cerca de 35 composições desse tipo usam os trilhos diariamente). 

A circulação dos trens das linhas 11-Coral e 7-Rubi da CPTM permanece interrompida pelo menos até segunda (28). 

A Defesa Civil e o Corpo de Bombeiros suspeitam que um curto-circuito pode ter iniciado o incêndio que destruiu parte do museu. O relato foi feito aos órgão por funcionários da unidade cultural. De acordo com Milton Persoli, coordenador municipal da Defesa Civil, as chamas surgiram em uma das torres do prédio. "Eles disseram que tiraram uma luminária e, quando foram colocar a outra, já estava pegando fogo", disse.

+ Luminária pode ter causado fogo no Museu da Língua

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO