Turismo

Gol Backpackers: albergue temático na região da Paulista

VEJA SÃO PAULO se hospedou sem se identificar no local, que oferece diárias a partir de 35 reais

Por: Catarina Cicarelli - Atualizado em

Gol Backpackers - 2190
Entrada do hotel: camisas de times e pufes com formato de bola de futebol (Foto: Mario Rodrigues)

Com suas estações de metrô e linhas de ônibus para os quatro cantos da cidade, além de uma grande variedade de centros culturais, salas de cinema, bares e restaurantes, a região da Avenida Paulista tem atrativos de sobra para receber quem visita São Paulo — especialmente aqueles que vêm de mochila nas costas, com pouco dinheiro. Não há muitas opções, no entanto, de hospedagem barata na área. Passar a noite no econômico Formule 1, na Rua da Consolação, sai por 115 reais, sem café da manhã. Para atender um público que considera esse valor caro — ou quer economizar e não se importa em compartilhar o quarto com desconhecidos —, foi inaugurado há quinze dias o albergue Gol Backpackers, na Rua São Carlos do Pinhal. Com quatro quartos coletivos, as diárias variam de 35 a 45 reais (de acordo com o número de camas). O valor dá direito a café da manhã e acesso gratuito à internet por meio de dois computadores. Uma cozinha equipada fica à disposição dos hóspedes. Há acomodações mistas ou só para mulheres.

Gol Backpackers - quarto - 2190
O quarto do Palmeiras: grandes clubes do estado são inspiração (Foto: Mario Rodrigues)

No último dia 29, uma sexta-feira, fizemos, sem nos identificar, o check-in para testar a novidade. Às 15 horas, não havia ninguém hospedado no local. Apesar disso, o bar que fica na entrada estava movimentado. “Sempre vêm amigos nossos aqui”, contou Ralph Eric Nicoliche, um dos sócios do espaço. Os atendentes perguntaram qual seria o melhor horário para o café da manhã e se tínhamos alguma preferência culinária. Também indicaram alguns programas na região, como a feijoada do Sujinho e as baladas do Baixo Augusta. No fim da tarde, uma turista de São José dos Campos chegou acompanhada de um amigo que mora na capital mas foi “arrastado” para não deixá-la sozinha.

Ainda sem sinalização nem número na fachada, o Gol Backpackers fica em um sobrado verde, onde antes funcionava o bar Santa Sara, voltado para o público GLS. Muita gente ainda passa por lá em busca de um drinque. O tema da casa é o futebol e camisas de times decoram as paredes. Pufes em formato de bola de futebol ficam espalhados no espaço localizado ao lado do bar. Até os quartos entram na onda do esporte: cada um dos quatro dormitórios tem como inspiração os maiores clubes do estado, Corinthians, São Paulo, Palmeiras e Santos. 

Gol Backpackers - 2190 - helena oliveira
A professora Helena Oliveira, que dormiu ali no último feriado: "Aprovei" (Foto: Mario Rodrigues)

A ideia de montar o albergue surgiu há cinco anos, quando Nicoliche, então um estudante de geologia da USP, voltou de um intercâmbio em Portugal. “Convenci meu irmão e mais dois amigos a investir no negócio”, diz ele, que ainda concilia a gestão do empreendimento com a profissão de geólogo. A professora gaúcha Helena Oliveira descobriu o Gol Backpackers pela internet e se hospedou ali no último feriado. Aprovou. “Já fiquei em muitos albergues antes e este está entre os melhores”, disse. “Cansei de me ver em lugares sujos, onde a acomodação é péssima.”

Fonte: VEJA SÃO PAULO