Chega de perguntas no meio do jogo

Glossário do futebol para mulheres traz os principais termos usados

O Brasileirão já começou e o fatídico convite para assistir a um jogo com o namorado pode surgir

Por: Bruna Gomes - Atualizado em

Glossário de Futebol
Chega de interromper o jogo com perguntas: gírias e expressões para entender futebol (Foto: ThinkStock)

Nem sempre o termo pedalada tem a ver com as horas e horas que você gasta na aula de spinning para manter a forma. E chapéu vai muito além daqueles que desfilaram no casamento real de Kate e William. Para ajudar no difícil momento de acompanhar o namorado a um bar para assistir a um jogo de futebol com a galera, separamos os principais termos para ninguém ser jogado para escanteio durante a partida. 

+ Conheça os campeonatos

Dérbi – essa é bem fácil e pode ser traduzida como um clássico que envolve dois times tradicionais de uma mesma cidade. A primeira associação que vem à cabeça é a disputa entre Palmeiras e Corinthians, mas, para impressionar, também vale Ponte Preta e Guarani, o dérbi de Campinas. 

Levar um chocolate – não pense que algum dos times está sendo gentil com o adversário. Levar um chocolate é o mesmo que perder por muitos gols de diferença. 

Mala branca e mala preta – o primeiro termo é utilizado quando um clube recebe incentivo financeiro de outra equipe para jogar melhor. Já a mala preta tem relação com o dinheiro pago a um time para entregar o jogo, ou seja, perder. 

Bicho – é o nome que se dá ao pagamento de um extra aos jogadores que venceram uma partida. Apenas os que entraram em campo ganham a bonificação. 

Pedalada – é o nome de um drible. O jogador passa o pé sobre a bola diversas vezes com o intuito de enganar o adversário quanto a direção em que continuará a jogada. O famoso "Pedaaaaala, Robinho" (jogador ídolo no Santos) vem daí. 

Cavadinha – não, este termo não tem relação com o modelo da camisa dos jogadores. A cavadinha é um recurso, uma surpresa utilizada pelo jogador que chuta a bola por baixo (como se estivesse cavando o chão) para que ela vá mais alto. Este tipo de chute pode ser usado na cobrança de pênalti ou em um passe para cobrir o goleiro.

Salto alto – nem se anime porque não é sinônimo daquele Jimmy Choo que você está sonhando em comprar há meses. A expressão é usada quando o time ou o jogador entra em campo como se já estivesse com o jogo ganho, cheio de soberba. 

Esquemas táticos – da mesma forma que você arma esquemas para chamar a atenção do seu namorado quando ele está ocupado com as coisas dele, os técnicos de futebol estabelecem o melhor posicionamento dos jogadores em campo para alcançar a vitória. Para facilitar, separamos os dois mais famosos:

            4-4-2: quando entram em campo dois laterais, dois zagueiros, quatro meio-campistas (podem ser dois volantes para defesa e dois meias para avançar) e dois atacantes, além, é claro, do goleiro.

            3-5-2: esquema com três jogadores na defesa, cinco no meio-campo e dois jogadores no ataque, além do goleiro. 

Pontos corridos – nesse formato, as equipes jogam umas contra as outras e o time que somar mais pontos é o campeão. Não há uma final ou times eliminados no decorrer do campeonato. 

Mata-mata – é um jogo eliminatório, ou seja, o time que perder já está fora da disputa. Para ficar fácil de associar, é o que acontece na Copa do Mundo quando chegam as oitavas-de-final, as quartas-de-final e as semifinais.

Fonte: VEJA SÃO PAULO