Cidade

Gilberto Kassab visita Templo de Salomão, da Universal

Inauguração da igreja de 685 milhões de reais será no dia 31 de julho

Por: João Batista Jr. - Atualizado em

Gilberto Kassab no Templo de Salomão
Gilberto Kassab visita o Templo de Salomão ao lado dos bispos Domingos Siqueira e Marcos Siqueira (de camisa): obra consumiu 685 milhões de reais (Foto: Divulgação Universal)

Gilberto Kassab esteve na semana passada no Templo de Salomão, a nova sede da Universal que será inaugurada no dia 31 de julho, no Brás. Kassab fez um tour ciceroneado pelos bispos Marcos Pereira e Domingos Siqueira, quando percorreu os 100 000 metros quadrados de área construída da igreja (36 000 a mais que o Shopping Center Norte). O ex-prefeito, que ontem declarou apoio à candidato de Paulo Skaf, está entre os políticos que confirmaram presença na inauguração da igreja. A presidente Dilma Rousseff, o ex-presidente Lula e o governador paulista Geraldo Alckmin também estarão presentes. A presença do ex-ministro Joaquim Barbosa também é aguardada.

+ Vídeo mostra imagens aéreas do Templo de Salomão, a nova igreja de Edir Macedo

Maior igreja do país em área construída, o Templo de Salomão consumiu até aqui 685 milhões de reais na Universal. A pedra usada para o revestimento foi trazida de Israel e é feita do mesmo material encontrado no Muro das Lamentações, um dos principais pontos turísticos religiosos do mundo. O complexo do Templo de Salomão incluiu um museu sobre o Velho Testamento, 50 apartamentos para bispos e sete estúdios de Rádio e TV. O local terá 1 800 vagas para estacionamento e uma esteira onde os fieis vão poder colocar o dízimo – ela levará as notas e moedas para uma sala-cofre. Os visitantes terão de fazer um agendamento –nas igrejas Universal ou pela internet – para visitar o local.

+ Universal briga na Justiça para não pegar imposto das pedras trazidas de Israel

  

Fonte: VEJA SÃO PAULO