Cinema

Giancarlo Giannini ganha breve retrospectiva no MIS

Homenagem ao ator que é a cara da Itália é uma das atrações do Festival Pirelli de Cinema Italiano no Brasil

Por: Miguel Barbieri Jr. - Atualizado em

Mimi, o Metalúrgico - Giancarlo Giannini
Cena de 'Mimi, O Metalúrgico': uma das diversas atuações marcantes do ator (Foto: Divulgação)

Um dos mais prestigiados atores italianos, Giancarlo Giannini completou 70 anos em agosto e, desde 1965, dedica sua carreira ao cinema. Embora tenha feito alguns papéis fora de seu país (a exemplo de Hannibal e 007 — Cassino Royale), Giannini é a cara da Itália e será homenageado com uma breve retrospectiva no Festival Pirelli de Cinema Italiano no Brasil, a partir de sábado (1º), no MIS. São da década de 70 seus memoráveis longas-metragens, sobretudo os quatro dirigidos por sua conterrânea Lina Wertmüller. Todos estarão presentes na mostra: Pasqualino Sete Belezas (1975), que deu a Lina indicação ao Oscar de melhor direção e a Giannini, de melhor ator, Amor e Anarquia (1973), Por um Destino Insólito (1974) e Mimi, o Metalúrgico (1972, foto). Nesta comédia de acento político, agendada para o domingo (2), às 18h40, o astro foge da Sicília por causa dos mafiosos e, em Turim, encontra o amor nos braços de uma comunista — e também a corrupção.

+ Mais sobre cinema

Completam a programação as reprises de Ciúme à Italiana (1970), de Ettore Scola, e O Inocente (1976), de Luchino Visconti, além da exibição dos inéditos Me Manda Picone (1984) e O Mal Obscuro (1990), de Mario Monicelli (1915-2010).

Fonte: VEJA SÃO PAULO