Política

Gestão de Fernando Haddad é desaprovada por 69,8% dos paulistanos

Segundo nova pesquisa do Instituto Paraná, Celso Russomano é o favorito para suceder o prefeito nas eleições municipais de 2016

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

fernando haddad
"É um tributo que eu pago com a maior alegria”, disse Fernando Haddad durante discurso sobre o aumento do IPTU no ano passado (Foto: Valter Campanato / ABR)

A gestão de Fernando Haddad possui rejeição de 69,8% dos paulistanos, que consideram sua administração ruim. Enquanto isso, 27,6% dos eleitores aprovam o prefeito. Os números são de uma nova rodada de pesquisa do Instituto Paraná antecipada pela coluna Radar On-line, de VEJA. Em agosto, a taxa de desaprovação do prefeito era de 71,3%.O  novo levantamento foi feito entre os dias 17 a 20 de dezembro de 2015 com 1040 eleitores.

+ Pixuleco poderá "competir" na São Silvestre

No capítulo intenções de votos para 2016, quem lidera a corrida eleitoral na  capital é Celso Russomano, com 36,1%. Na sequência vem Marta Suplicy, com 14,1%, José Luiz Datena possui 13,7% e Fernando Haddad não alcançou dois dígitos, com 9,9%. Entre os tucanos, o nome com desempenho menos ruim é o de Andrea Matarazzo (4,1%).

+ Calçadas esburacadas, falta de faixas e semáforos e outros desafios enfrentados por quem anda a pé

Algumas das principais bandeiras da gestão de Haddad na metrópole também foram avaliadas na pesquisa. Segundo o levantamento, as ciclofaixas são aprovadas por 47,5% dos entrevistados, contra 49% que as rejeitam. Sobre a redução da velocidade nas vias de São Paulo, 50,4% disseram concordar com elas e 46,3% se mostraram contrários à medida.

Fonte: VEJA SÃO PAULO