Shows

Ex-integrantes do Rumo se reúnem no Sesc Vila Mariana

Surgida em 1974, banda foi um dos principais nomes da chamada vanguarda paulistana

Por: Pedro Ivo Dubra - Atualizado em

Geraldo Leite e os Amigos do Ramo - 2201
Geraldo Leite e amigos: pérolas dos anos 30 e 40 (Foto: Divulgação)

Surgido em 1974, o Rumo foi um dos principais nomes da chamada vanguarda paulistana. Apesar de manter um pé na experimentação, a rapaziada nunca deixou de reverenciar o passado. Prova disso é o disco “Rumo aos Antigos” (1981), no qual se interpretavam composições de bambas como Sinhô e Noel Rosa. Desfeito na década de 90, o conjunto teve seu espírito parcialmente resgatado pelo integrante Geraldo Leite. Em 2006 e 2007, o cantor resolveu escarafunchar os acervos de Humberto Franceschi e de José Ramos Tinhorão, pertencentes ao Instituto Moreira Salles, e deles pinçar canções gravadas em 78 rotações pouco conhecidas hoje. De oitenta obras, fez uma seleção final de quinze e, assim, surgia no ano passado o simpático "Sopa de Concha", trabalho assinado por Geraldo Leite e os Amigos do Rumo.

Ao lado de Ná Ozzetti, Pedro Mourão e Zecarlos Ribeiro (voz), Luiz Tatit (violão), Hélio Ziskind (guitarra e voz), Gal Oppido (bateria), Paulo Tatit (baixo e voz) e Akira Ueno (guitarra), Geraldo revela neste domingo (23) e na terça (25), no Teatro do Sesc Vila Mariana, temas compostos de 1934 a 1946. No repertório, as preciosidades “Meu Amor Não Me Deixou" (1938), de Ary Barroso, e “Gosto Mais do Outro Lado” (1934), de Assis Valente. Um septeto acompanha a turma.

Fonte: VEJA SÃO PAULO