Polícia

Mulher é indiciada por chantagear cliente pelo WhatsApp

Polícia afirma que modelo pediu 20 000 reais para não revelar detalhes para familiares da vítima

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

iane
Iane Melo foi indiciada pela polícia nesta quarta (26) (Foto: Reprodução Facebook)

Iane Silveira Melo, de 22 anos, foi indiciada pela Polícia Civil de Pernambuco nesta quarta (26). Ela é acusada de extorquir dinheiro de um cliente que contratou seus serviços pelo site Gatas de Recife, mas depois desmarcou o encontro. A modelo foi presa em flagrante, mas pagou fiança e agora aguarda o julgamento em liberdade.

+ Repórter e cinegrafista são mortos a tiros durante reportagem

De acordo com a Delegacia de Crimes Cibernéticos de Recife, Iane pediu 20 000 reais para não revelar detalhes para os familiares do cliente. Ainda de acordo com a investigação, ela recebeu 2 500 reais em junho, mas continuou exigindo mais dinheiro para a vítima pelo WhatsApp.

+ Bando explode caixa eletrônico e fere PM com tiro de fuzil

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

Nas conversas, Iane mencionou o filho recém-nascido do homem, que a encontrou no site com o nome de Nelice. Ela foi presa em uma empresa de telemarketing.

+ Confira as principais notícias da cidade

Durante a abordagem, a modelo negou o crime e negou a entregar o celular, que estava escondido dentro de sua calcinha. Com a posse do smartphone, a investigação encontrou fotos e mensagens no aparelho. Iane também já foi acusada de roubar a própria mãe.

Fonte: VEJA SÃO PAULO