Comidinhas

Filial do Garcia & Rodrigues emplaca sua confeitaria e rotisseria

Entre as delicias feitas artesanalmente, destacam-se o croissant de amêndoa e o pão de avelã

Por: Helena Galante - Atualizado em

Garcia & Rodrigues 2186
A atraente vitrine de pães: produção própria e artesanal (Foto: Fernando Moraes)

Foi na cozinha do Garcia & Rodrigues, no Rio de Janeiro, que o baiano Daniel Americo Pereira da Silva começou a preparar doces e pães. De aprendiz do chef francês Christophe Lidy, responsável pela casa desde a inauguração, em 1997, passou a parceiro na criação de receitas. Depois de estudar na escola Lenôtre, na França, e comandar o bistrô carioca La Cigale, Daniel voltou ao Garcia & Rodrigues no início do ano. Em julho, assumiu a confeitaria e a panificação da primeira unidade paulistana da marca, no Shopping Vila Olímpia. Suas vistosas guloseimas são expostas numa espécie de antessala do restaurante. Nesse espaço, aberto a partir das 8 da manhã, é possível pedir um expresso (R$ 4,00) para acompanhar as delícias de farinha e açúcar ou mesmo um café da manhã completo.

O excelente croissant de amêndoa (R$ 6,60) e o pão de avelã (R$ 6,80) são feitos diariamente de maneira artesanal. Na forma do morro do Pão de Açúcar, há uma versão recheada de compota de banana e maracujá (R$ 5,00). Da linha de sobremesas, prove o mil-folhas entremeado de creme de baunilha (R$ 9,50). Tortas de frutas sazonais, como cereja e framboesa, revezam-se nas vitrines. Antes de sair, percorra o balcão da rotisseria. Ali ficam pedidas salgadas para levar. De leveza exemplar, a quiche de frango e cogumelo-de-paris (R$ 50,00 o quilo) vale, por si só, a visita. Antepastos, terrines e carnes variadas completam a oferta de produtos.

COMIDA ✪✪✪✪ | AMBIENTE ✪✪✪ | ATENDIMENTO ✪✪✪

Fonte: VEJA SÃO PAULO