Crime

Funkeiro MC Vitinho é morto por policiais no Guarujá

PM alega que ele teria disparado contra viatura; pai do cantor afirma que o filho implorou para não ser morto

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

MC Vitinho
Versões conflitantes na morte de MC Vitinho (Foto: Reprodução / Facebook)

O cantor de funk Vitor Mesquita, de 22 anos, conhecido como MC Vitinho, foi morto na madrugada da última quarta (21) por policiais militares, no Guarujá, litoral Sul de São Paulo. O rapaz teria sido abordado durante um patrulhamento da corporação no bairro Jardim Primavera.

+ Ibope: mais da metade dos paulistanos gostaria de deixar a cidade

Ele chegou a ser socorrido por uma unidade do SAMU e encaminhado ao Hospital Santo Amaro, na região, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. O episódio, que será investigado pela Polícia Civil, apresenta versões conflitantes entre os agentes da PM e a família do artista.

Segundo os policiais envolvidos na ação, Vitor teria sacado uma arma e efetuado disparos ao perceber a aproximação de uma viatura. Após uma perseguição, ele teria se refugiado em uma casa, onde foi morto. No local, a PM alega ter encontrado uma sacola com vinte pinos de cocaína e vinte pedras de crack.

+ Confira as últimas notícias da cidade

No entanto, a versão do pai de Vitinho, Robson Mesquita, é bem diferente. Segundo ele, policiais em uma viatura teriam chegado ao local já atirando em direção ao jovem e que seu filho teria, inclusive, pedido “pelo amor de Deus” para não ser morto.

Na semana passada, Vitinho havia publicado uma letra de música em seu perfil no Facebook: “Se eles [policiais] tão de nave [camburão], nós vai de fura neles [atirar nos policiais]". "Mó satisfação de ouvir minha qbrada [sic] cantar", escreveu.

Fonte: VEJA SÃO PAULO