Shows

Franz Ferdinand toca no Via Funchal seus hits dançantes

Depois de se exibir para poucos em 2009 na The Week, a turnê de 'Tonight: Franz Ferdinand' volta para 6 000 fãs

Por: Pedro Ivo Dubra - Atualizado em

shows 2157 franz ferdinand
Nick, Paul, Alex e Bob: a banda escocesa toca agora para 6 000 pessoas (Foto: Divulgação)

Oito anos atrás, quatro rapazes que viviam em Glasgow, na Escócia, demonstraram criatividade e boa memória das aulas de história na hora de batizar sua banda. Eles se recordaram do arquiduque Francisco Ferdinando, herdeiro do trono austrohúngaro, que teve a péssima ideia de passear por Sarajevo em junho de 1914. O nobre, cujo assassinato por um terrorista foi o estopim da I Guerra Mundial, designou um grupo de som igualmente explosivo, o Franz Ferdinand. Roqueiros com cérebro, mas sem sisudez, capazes de uma performance energética, Alex Kapranos (voz e guitarra), Nick McCarthy (guitarra e teclados), Bob Hardy (baixo) e Paul Thomson (bateria) estiveram por aqui no ano passado e deixaram apenas um gostinho de “quero mais” na plateia paulistana. Participaram do MTV Video Music Brasil (VMB) e fizeram uma apresentação na casa noturna The Week com somente 500 ingressos à venda. Sem problemas: retornam agora para deleitar 6 000 fãs no Via Funchal.

Na bagagem encontra-se Tonight: Franz Ferdinand (2009), o terceiro disco da carreira. Lançado após um hiato de quatro anos em relação ao último trabalho, You Could Have It So Much Better, o registro confirma as qualidades do conjunto: guitarras envenenadas e boa assimilação do pós-punk e da dance music. Do novo álbum, pintam coisas como Ulysses e Lucid Dreams. Mas, é claro, o Franz não tem deixado de fora do repertório dos concertos recentes faixas do glorioso CD de estreia, homônimo, de 2004, no qual figuram as já clássicas Take Me Out e The Dark of the Matinée. Abertura da banda curitibana Anacrônica.

Fonte: VEJA SÃO PAULO