Mistérios da Cidade

Um artista escandalizou a cidade ao usar saia, no centro, em 1956

A polêmica performance foi batizada de Experiência nº 3

Por: Mauricio Xavier [Colaborou Andreza Monteiro]

flavio de carvalho
flavio de carvalho (Foto: Divulgação )

Em 18 de outubro de 1956, o pintor Flávio de Carvalho escandalizou a sociedade paulistana ao caminhar pela Rua Barão de Itapetininga, no centro, vestindo saia, meia calça e blusa. Batizado pelo artista de Experiência nº 3, o polêmico desfile tinha a intenção de mostrar um protótipo de roupa masculina. Nascido em Barra Mansa (RJ), Flávio mudou-se para a capital paulista após a Semana de Arte Moderna, de 1922. Atuou ainda como arquiteto, escultor e dramaturgo.

Fonte: VEJA SÃO PAULO